Piauí

Promotor investiga Florentino Neto por irregularidades no FUNSAUDE

O procedimento foi instaurado pelo promotor de Justiça Chico de Jesus para averiguar possível prática de improbidade administrativa.
04/10/2021 11h00 - atualizado

O promotor de Justiça Chico de Jesus instaurou inquérito civil para averiguar indícios de possível prática de improbidade administrativa no âmbito da Secretaria da Saúde do Estado do Piauí (SESAPI) administrada pelo secretário Florentino Neto e do Fundo Estadual de Saúde - FUNSAUDE no registro contábil de janeiro a agosto de 2020.

O Ministério Público do Piauí, considerou a Lei nº 8.429/1992, que dispõe sobre a prática de atos de improbidade administrativa e prevê aplicação de sanções a agentes público e a particulares que incorrerem em tais atos, independentemente da ocorrência de prejuízo efetivo ao patrimônio público.

  • Foto: Ascom/SesapiSecretário de Saúde, Florentino Neto.Secretário de Saúde, Florentino Neto.

“Considerando a notícia de fato e o procedimento preparatório aberto instaurados para averiguar ato improbidade administrativa no registro contábil do período de janeiro a agosto de 2020 no âmbito da Secretaria da Saúde do Estado do Piauí (SESAPI) e do Fundo Estadual de Saúde - FUNSAUDE, tendo como gestores responsáveis Sr. Florentino Alves Veras Neto (secretário de saúde) e a Sra. Juliana Veras de Souza (diretora do Fundo Estadual de Saúde)”, diz um trecho da portaria.

De acordo com o órgão ministerial, foi considerado também a necessidade de maiores elementos quanto aos fatos supracitados.

“Apurar os fatos descritos, em todas as circunstâncias, adotando as medidas legais para solução dos problemas que forem constatados”, disse o representante do Ministério Público.

Outro lado

Procurada pelo Viagora, a Sesapi informou através da assessoria de comunicação que ainda não foi notificada sobre o caso.

Mais na Web