Política

“PT tem que definir um nome”, diz Fábio Novo sobre vaga no TCE-PI

De acordo como deputado, é importante que a sigla defina um único nome para disputar a vaga de conselheiro e buscar assim fortalecer o escolhido.
02/08/2021 10h46 - atualizado

O deputado estadual e secretário da Secretaria de Estado da Cultura (Secult), Fábio Novo (PT), falou ao Viagora sobre a vacância do cargo de conselheiro no Tribunal de Contas do estado, com a aposentadoria de Luciano Nunes.

Conforme Fábio Novo, é importante que o PT defina um único nome para disputar a vaga de conselheiro e buscar assim fortalecer o escolhido.

O partido tem três nomes colocados para a disputa, são eles deputados Flora Izabel, Ziza Carvalho e Franzé Silva.

  • Foto: Luís Marcos/ ViagoraCandidato a prefeito de Teresina/ Fábio NovoFábio Novo

“O nosso partido, eu acredito que é importante tentar chegar a um denominador comum e ter um único nome, porque quem tem dois e quem tem três, não tem nenhum. Se você tem apenas um nome, você fortalece mais esse nome, é o caminho natural, eu torço para que os que estão pleiteando e que são do nosso partido, eles possam encontrar um caminho o mais rápido possível, até porque agora, eu acredito que na volta do recesso, o presidente deve lançar o edital e abrir as inscrições, e obviamente começa as articulações, então é importante que tenha isso definido em torno de apenas um nome”, destacou.

O novo conselheiro será escolhido pela Assembleia Legislativa do Piauí (Alepi), mas qualquer cidadão pode se candidatar ao cargo, desde que cumpria com as exigências elencadas em edital.

Atualmente, o conselheiro Jaylson Campelo foi convocado para substituir, temporariamente, a vaga de Nunes.

Mais na Web