Piauí

“Quero que Anuxa seja honesta quando depor”, diz pai de Vanessa

A família afirmou que não teve contato com a jovem desde o ocorrido e lamenta o posicionamento dela nos depoimentos.
18/10/2019 13h15 - atualizado

Após 19 dias que a jovem Vanessa Carvalho foi atropelada e morta pelo então namorado da amiga, Axuna Kelly, os pais da vítima continuam pedindo por Justiça. Amigos e familiares foram às ruas na manhã desta sexta-feira (18) em um ato contra o Feminicídio.

  • Foto: Nathalia Carvalho/ViagoraAto ocorreu nesta manhã.Ato ocorreu nesta manhã.

O empresário Pablo Campos é acusado de ter matado Vanessa atropelada e também deixado ferida a então namorada Anuxa Kelly, na saída de um casamento no último dia 29.

Em entrevista ao Viagora, a família falou da relação de Pablo com a vítima e afirmou que ele nutria desafeto por Vanessa. “Pablo tinha implicância tanto com ela como com todas as amigas da Anuxa, a Vanessa já havia me dito que ele não gostava dela e ela também tinha um certo receio em relação a ele”, disse Vânia Carvalho, mãe da vítima.

  • Foto: Nathalia Carvalho/ViagoraPais de Vanessa Carvalho.Pais de Vanessa Carvalho.

Os pais de Vanessa afirmam que Anuxa não entrou em contato com a família depois do ocorrido. “Não tive contato com Anuxa, apenas me mandou uma mensagem perguntando sobre Vanessa eu a informei que ela havia falecido e foi só isso”, revelou Vânia.

Anuxa também não compareceu no ato em prol de Justiça pela amiga na manhã de hoje, a família acredita que ela tenha escondido em depoimento que sofria agressões do companheiro.

“Anuxa não está participando dos movimentos pela Vanessa Carvalho, ela disse em depoimento que Pablo nunca a havia agredido, eu prefiro não acreditar no que ela disse. Acredito que o correto era ela ter nos procurado desde o início da situação, mas respeitamos o posicionamento dela.”, declarou Edison Carvalho, pai da vítima.

  • Foto: Nathalia Carvalho/ViagoraEdison Carvalho, pai da vítima.Edison Carvalho, pai da vítima.

O advogado da família, Leonardo Queiroz, informou que o processo segue agora para o poder judiciário, uma audiência deve ser marcada em breve para decidir pena ao acusado. “Após o encerramento do inquérito policial foram realizados encaminhamentos ao Ministério Público e Pablo está sendo indiciado pelo crime de Feminicídio. A próxima etapa agora é o poder judiciário receber essa denúncia para que seja deflagrada a ação penal, ele deve ser citado para apresentar defesa e em seguida será marcada uma audiência”, afirmou.

O pai faz um apelo para que Anuxa seja honesta ao depor contra Pablo nessa fase do processo. “Eu só quero apenas que quando ela for chamada para depor que seja honesta, minha filha tinha um carinho muito grande por ela e a tratava como irmã”, falou Edison Carvalho.

No entanto, de acordo com o advogado as declarações de Anuxa em defesa do namorado não devem influenciar nas acusações no sentido de amenizar pena. “Em relação às declarações no depoimento de Anuxa, ela pode se justificar por diversas razões, pode ser por medo, vergonha ou até mesmo uma tentativa de atenuar a conduta do Pablo, mas temos informações suficiente que demonstram exatamente o contrário em relação ao acusado”, conclui.

Mais conteúdo sobre:

Mais na Web