Coronavírus no Piauí

Robert diz que Dr. Pessoa e Wellington irão decidir se terá lockdown

Dr. Pessoa afirmou que a prefeitura tem promovido esforços em relação aos números de leitos, e o vice-prefeito afirma esta será uma semana de decisões em relação à pandemia.
22/02/2021 10h27 - atualizado

Na manhã desta segunda-feira (22), após reunião com o presidente da Associação Piauiense de Municípios (APPM), o prefeito e vice-prefeito de Teresina, Dr. Pessoa e Robert Rios, comentaram sobre o aumento dos casos da Covid-19 na capital e se há uma possibilidade de um novo lockdown ser adotada na cidade.

Segundo Dr. Pessoa, a Prefeitura de Teresina está atenta a situação da pandemia na cidade, e tem promovido esforços em relação ao número de leitos clínicos e de Unidades de Terapia Intensivas (UTIs) para o tratamento da doença.

  • Foto: Luís Marcos/ViagoraPrefeito de Teresina, Dr. PessoaPrefeito de Teresina, Dr. Pessoa

“Se fosse por nós mesmo nem existia, mas nós estamos atentos em relação ao Covid, não só no município de Teresina, como no estado. Até porque nós estamos trabalhando de manhã, de tarde, de noite na precaução dos leitos clínicos e leitos de UTIs”, disse o prefeito.

Questionado sobre a possiblidade de Teresina adotar um novo lockdown, quando há o funcionamento apenas dos serviços considerados essenciais, o vice-prefeito e secretário de Finanças, Robert Rios, informou que as esquipes técnicas de saúde do município e do estado estiveram reunidas e devem orientar Dr. Pessoa e o governador Wellington Dias durante uma reunião que será realizada ainda nesta manhã.

“Teve uma reunião ontem, da equipe técnica de saúde do município e da saúde do estado, e eles vão orientar o prefeito e o governador. Hoje às 11h30 vai ter uma reunião do prefeito com o governador que vão fazer decisão política se tem ou não tem [lockdown]”, afirma Robert.

  • Foto: Luís Marcos/ViagoraVice prefeito de Teresina, Robert RiosVice prefeito de Teresina, Robert Rios

O vice-prefeito comenta ainda que Teresina está vivendo um “caos”, e destaca a situação em que se encontra as cidades de Floriano, Parnaíba e Piripiri, em que a ocupação de leitos ultrapassou os 80%. Robert afirma que a saúde de Teresina também está próxima de entrar em colapso, e que esta semana será de providencias.

“Eu acho que os empresários são importantes para a vida da cidade, agora, nós estamos vivendo um caos. A cidade de Floriano caiu, na saúde; Parnaíba caiu, Piripiri caiu, decretaram lockdown; Teresina está muito próxima a cair. Essa semana vai ser uma semana decisiva, é a semana mais dramática em toda a história da Covid em Teresina. Essa semana será uma semana de providências. Que providencias? Eu não sei”, comenta Robert Rios.

Mais na Web