Política

Robert Rios diz que Dr. Pessoa vencerá eleições no primeiro turno

Em entrevista ao Viagora, o candidato a vice-prefeito declarou que as pesquisas internas da sua coligação apontam que Dr. Pessoa terá mais de 50% dos votos válidos.
27/10/2020 09h00 - atualizado

O ex-deputado Robert Rios (PSB), candidato a vice-prefeito de Teresina na chapa encabeçada por Dr. Pessoa (MDB), concedeu entrevista ao Viagora e afirmou não confiar nas pesquisas eleitorais que têm sido divulgadas nas últimas semanas.

O candidato afirmou que a vitória de Dr. Pessoa no 1º turno é dada como certa nas pesquisas realizadas pela sua coligação, e que as pesquisas que citam o contrário são “manipuladas”.

“Não tem uma pesquisa nossa que não está finalizado que o Dr. Pessoa não vença no 1º turno. E os tucanos sabem disso. Isso é desespero deles, essas fake news, essa guerra. Eles querem evitar a vergonha de não ter 2º turno”, declarou.

  • Foto: Kelvyn Coutinho/ViagoraEx-deputado Robert Rios em entrevista ao Viagora.O ex-deputado Robert Rios é candidato a vice-prefeito na chapa de Dr. Pessoa.

Ele afirmou ainda que algumas das pesquisas divulgadas estão recebendo recursos da atual gestão municipal.

“Você confia na pesquisa de alguém que recebe dinheiro da prefeitura? Não. Eu estou com uma petição no Tribunal de Contas, para saber quanto a prefeitura pagou aos veículos de comunicação em agosto e setembro”, comentou.

Sobre o resultado das pesquisas internas realizadas pela sua coligação, Robert afirmou que não tem dúvidas que a chapa sairá vencedora ainda no 1º turno.

“A nossa pesquisa dá o Dr. Pessoa com 40% dos votos totais e mais de 50% dos votos válidos. Ele é crescente. Dizem que o Kleber está crescendo. Crescendo como? Ele começou com 3%, agora eu vou acreditar que o candidato do prefeito está com 43%? Ele vai ficar com o mesmo tanto que o Luciano ficou em Teresina”.

“Eu tenho certeza que não tem 2º turno. O Dr. Pessoa vai ganhar no 1º turno. Isso está se consolidando. Nós estamos fazendo pesquisas toda semana, porque se registra uma pesquisa e seis dias depois sai o resultado. Hoje saiu o resultado de uma e já foi registrada outra. [...] Quando era eleição estadual, em todo o Piauí, eles faziam pesquisa falsa, e aí trituravam a oposição, porque não tinham condição de fazer uma pesquisa no Piauí inteiro, mas em Teresina é diferente”, finalizou.

Mais na Web