Política

Robert Rios não descarta assumir comando do partido PSB no Piauí

O secretário pontua que não tomará a decisão sozinho, mas que se depender dele há grandes chances de assumir a presidência da sigla, caso Wilson Martins precise deixar o partido.
10/09/2021 06h32 - atualizado

O vice-prefeito de Teresina e secretário municipal de Finanças, Robert Rios, falou ao Viagora a respeito da possibilidade de assumir o comando do diretório estadual do PSB, caso o ex-governador Wilson Martins precise deixar o partido em busca de sua candidatura a deputado federal nas eleições de 2022.

Robert Rios ressaltou que permanecerá no partido. “Acho que depois dele [Wilson Martins], sou eu que sou o vice-prefeito de Teresina, se ele deixar, eu não vou deixar junto com ele, eu vou ficar no partido”, pontuou

  • Foto: Luis Marcos/ ViagoraVice Prefeito de Teresina, Robert RiosVice-prefeito de Teresina, Robert Rios

O secretário pontua que não tomará a decisão sozinho, mas que se depender dele há grandes chances de assumir a presidência da sigla.

“Com toda certeza tenho chances de assumir a sigla, só se não deixarem. O mais importante no partido é o Wilson Martins, que é o presidente estadual do partido, ao meu ver ele é o mais importante. Todos são importantes, digo isso em relação a ele ser o mais graduado”, disse.

Mais conteúdo sobre:

Mais na Web