Piauí

Rodoviárias de Teresina, Picos e Floriano tem 98% de aprovação

De acordo com o governo do Piauí, os resultados são frutos de um processo de modernização estrutural e de serviços.
06/05/2021 17h40 - atualizado

Os Terminais de Teresina, Picos e Floriano desde a concessão da Sociedade Nacional de Apoio Rodoviário e Turístico das Rodoviárias (Sinart), por meio da Superintendência de Parcerias e Concessões do Piauí (Suparc), passam por um processo de melhorias.

De acordo com o governo do Piauí, os resultados são frutos de um processo de modernização estrutural e de serviços. Conforme relatórios de pesquisa de satisfação oriundos de um estudo realizado pela empresa Consulte – Inteligência e Mercado, os índices de boas avaliações chegaram a mais de 98% no primeiro trimestre de 2021.

  • Foto: Divulgação/Governo do PiauíOs Terminais receberam aprovação em vários requisitosOs Terminais receberam aprovação em vários requisitos

Os Terminais Rodoviários das três cidades receberam aprovação em vários requisitos, como a limpeza (98,40%), segurança (87,2%) e sinalização (91,49%). O coordenador do Terminal Rodoviário de Teresina, Robson Silva, explicou que uma série de ações foram necessárias para chegar a esse alto índice de aprovação entre os usuários.

“Logo que chegamos aqui, fizemos estudos sobre as maiores deficiências e reclamações que a rodoviária apresentava: segurança, acessibilidade, organização, limpeza, sanitários. Baseados nisso, começamos a fazer as primeiras intervenções e as demais melhorias que o lugar necessitava. Hoje é notável a diferença entre o antes da PPP e após PPP. Por meio da pesquisa de satisfação que realizamos todo ano, percebemos a opinião dos usuários sobre o trabalho que está sendo realizado. E o retorno tem sido positivo. O objetivo da Sinart é este: continuar trabalhando para oferecer serviços cada vez melhores”, ressaltou.

O diretor do terminal de Floriano, José Ricardo, destaca que em uma das concessionárias do interior, é notável a transformação do espaço após a concessão: “As pessoas estão satisfeitas com o serviço da rodoviária porque foram muitas melhorias realizadas. Antigamente, não havia uma limpeza adequada. Agora é feita de maneira correta, com mais higiene. A segurança também foi melhorada, do atendimento ao embarque. Hoje, temos catraca que controla o fluxo de pessoas, além, é claro, da comunicação visual”, disse.

O diretor da Rodoviária de Picos, relata que a situação também mudou no município: “Foram muitas mudanças, principalmente na área da limpeza, pois era caótica a situação dos banheiros do terminal. A Sinart reformou totalmente quatro banheiros, sendo dois para servidores e dois para o público. Reformou o teto, que estava em situação precária, com o telhado quebrado em diversos locais. Colocou elevador para acessibilidade de cadeirantes e idosos. Além disso, reformou toda a plataforma de embarque e desembarque colocando blocos de concreto, diminuindo o problema da poeira. Recuperou toda a área frontal do terminal e iluminou todo o espaço da plataforma e estacionamento que se encontrava em plena escuridão. Ficou ainda a executar alguns projetos como a iluminação de todo o terminal com lâmpadas LED, troca do piso e pintura do terminal, mas devido à pandemia foi obrigada a parar temporariamente as obras, que devem ser retomadas a qualquer momento”, pontuou.

Para a superintendente de Parcerias e Concessões do Estado, Viviane Moura, a opinião que vem dos usuários dos terminais é o principal indicador a ser levado em conta. “A satisfação do cliente é a melhor resposta que podemos ter a uma PPP. Oferecer serviços melhores à população é o objetivo das parcerias público-privadas, que contribuem, cada vez mais, para o desenvolvimento do estado”, ressaltou a gestora.

Em 2020, a concessionária investiu R$ 571.335,66 para otimizar os serviços ofertados pelos espaços, que estão localizados em pontos estratégicos de circulação dos piauienses. Guichês de informação, internet livre por meio do Piauí Conectado, estrutura confortável, segurança e limpeza são alguns dos fatores reforçados pela Sinart, que elevou a credibilidade junto aos usuários por meio de uma PPP do Governo do Estado do Piauí.

Mais conteúdo sobre:

Mais na Web