Polícia

Saiba detalhes da Operação Noctuam da Polícia Civil em Teresina

O delegado Matheus Zanatta informou que um estudante de engenharia foi preso na capital com mais de R$ 30 mil em drogas sintéticas.
17/10/2019 11h00 - atualizado

Na noite de ontem (16), a Polícia Civil deflagrou a Operação Noctuam e realizou a maior apreensão de drogas sintéticas do Piauí. As drogas foram apreendidas com um estudante de engenharia Civil de uma faculdade particular em Teresina.

O delegado Matheus Zanatta relatou ao Viagora que a equipe conseguiu chegar até o estudante por meio de uma denúncia informando que o mesmo estaria comercializando as drogas na capital. Ainda na noite de ontem o jovem foi preso no estacionamento de um supermercado na zona Leste.

“Fizemos todo trabalho de campo, monitoramento, vigilância e ontem recebemos uma nova informação de que seria feito algumas entregas na zona Leste. Iniciamos novamente o monitoramento e acompanhamos algumas entregas, por fim conseguimos prender esse indivíduo no estacionamento do supermercado Extra”, disse o delegado.

  • Foto: Nathalia Carvalho/ViagoraDelegado Matheus Zanatta.Delegado Matheus Zanatta.

O estudante, que não teve identidade revelada, costumava agir sozinho. Com ele, a polícia encontrou até mesmo uma máquina de cartão de crédito utilizada para financiar as drogas para os usuários.

“Conseguimos localizar uma kitnet onde ele fazia a guarda de uma grande quantidade de entorpecente e ficou confirmado o tráfico. Ele costumava agir sozinho, tanto a kitnet alugada por ele como a entrega dos entorpecentes era feita pessoalmente por ele, utilizava até mesmo máquinas para cartão de crédito. Essa droga era geralmente repassada para ser distribuída em festas eletrônicas na cidade de Teresina”, completou.

A polícia ainda não sabe em quanto a droga está avaliada, mas, segundo o delegado, parte do que já foi contabilizado até agora chega aos R$ 30 mil. “Normalmente ele fazia a venda para usuários com alto poder aquisitivo porque é uma droga cara. Só para se ter uma ideia, uma grama do MDMA, que é como se fosse a matéria-prima do ecstasy, custa aproximadamente R$ 200,00. Só em ecstasy nós conseguimos apreender R$ 30 mil e um comprimido de ecstasy é normalmente R$ 100,00”, explica Zanatta.

Mais na Web