Polícia

Sargento acusado de tentar matar esposa é expulso da PM do Piauí

No dia 5 de maio, o comandante-geral da PM-PI, coronel Lindomar Castilho, assinou a decisão que expulsou o sargento João Paulo Norões de Lima Menezes.
13/05/2021 13h30 - atualizado

O sargento João Paulo Norões de Lima Menezes foi expulso da Polícia Militar acusado de tentar matar a esposa. A decisão foi assinada no dia 05 deste mês, pelo comandante-geral da PM-PI, coronel Lindomar Castilho.

A medida foi tomada após Processo Administrativo Disciplinar Ordinário que apurou as condutas ilícitas administrativas cometidas pelo sargento, depois que sua esposa registrou Boletim de Ocorrência relatando ameaças e agressões por parte do policial.

Conforme a decisão, nos autos constam imagens divulgadas em redes sociais e matérias jornalísticas a respeito da conduta praticada pelo sargento em face de sua companheira, o que causou repercussão negativa à imagem da corporação.

Como punição, foi adotada a sua exclusão a bem da disciplina das fileiras da Polícia Militar do Piauí por transgressão disciplinar de natureza grave.

Sobre o caso

No dia 10 de julho de 2020, o sargento da Polícia Militar foi preso acusado de tentar matar a sua esposa no residencial Jacinta Andrade. A delegada responsável pelo caso, o sargento foi encaminhado para o Instituto de Medicina Legal (IML) para a realização de exames de corpo de delito e em seguida foi levado para o Quartel do Comando Geral PM.

Segundo informações, Paulo responde processo na Justiça por violência doméstica, e chegou a ser preso em julho do ano de 2017, após ser denunciado pela ex-companheira.

Mais na Web