Geral

Segunda Turma do STF decide manter ex-presidente Lula preso

O STF também adiou o julgamento do 2º habeas corpus da defesa de Lula, que questiona a suspeição de Sergio Moro na 1ª condenação.
  • DA REDAÇÃO
25/06/2019 19h35 - atualizado

No começo da noite desta terça-feira (25), a Segunda Turma do STF, composta pelos ministros Cármen Lúcia, Gilmar Mendes, Celso de Mello, Edson Fachin e Ricardo Lewandowski, decidiu rejeitar o 1º habeas corpus da defesa de Lula envolvendo o STJ.

O STF também adiou o julgamento do 2º habeas corpus da defesa de Lula, que questiona a suspeição de Sergio Moro na 1ª condenação. A decisão foi por 3 votos a 2.

O ex-presidente está preso desde 7 de abril do ano passado na Superintendência da Polícia Federal em Curitiba, após ter sua condenação confirmada pelo Tribunal Regional Federal 4ª Região (TRF4), que impôs pena de 12 anos e um mês de prisão pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro no caso do tríplex do Guarujá  (SP), informou a Agência Brasil.

No mês de abril, a pena foi reduzida pelo STJ para oito anos e 10 meses de prisão.

Mais conteúdo sobre:

Mais na Web