Geral

Senado aprova MP para trabalhador sacar até R$ 998

A nova medida só valerá para o trabalhador que tiver saldo máximo de R$ 998 na conta vinculada ao FGTS.
  • DA REDAÇÃO
13/11/2019 16h15 - atualizado

Foi aprovado no plenário do Senado, nessa terça-feira (12), a medida provisória que permite novos valores para saque do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS). O texto aprovado segue agora para sanção presidencial.

De acordo com a medida, será liberado o saque imediato de até R$ 998, um salário mínimo, correspondente ao FGTS. Inicialmente só era permitido o saque de até R$ 500, mas deputados e senadores alteraram esse valor na comissão mista que analisou a proposta.

Essa nova regra que foi sugerida pelo relator Hugo Motta (Republicanos-PB), só valerá para o trabalhador que tiver saldo máximo de R$ 998 na conta vinculada ao FGTS.

Caso a mudança seja sancionada pelo presidente da República, os clientes que se enquadram na regra do salário mínimo e já sacaram os R$ 500, poderão sacar os R$ 498 restantes.

Mais conteúdo sobre:

Mais na Web