Geral

Senado aprova salário mínimo de R$ 1.088 a partir de janeiro

Caso seja aprovado pelo presidente Jair Bolsonaro, o salário passa de R$ 1.045 para R$ 1.088 a partir de primeiro de janeiro.
17/12/2020 11h12 - atualizado

Durante votação nessa quarta-feira (16), a Câmara dos Deputados e o Senado Federal aprovaram o texto-base da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) para o ano de 2021, e no texto, consta que o rejuste do salário mínimo no valor de R$ 1.088 a partir de janeiro.

O texto-base da LDO foi aprovado da Câmara durante votação, e em seguido a provado pelos senadores. Com a aprovação, o texto segue agora para a sanção do presidente Jair Bolsonaro. Caso seja aprovado pelo presidente, o salário passa de R$ 1.045 para R$ 1.088, com base previsão da inflação acumulada no ano, de acordo com o Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC).

A Lei de Diretrizes Orçamentárias para 2021 estabelece como meta fiscal o déficit primário de R$ 247,1 bilhões. Em abril, o Governo Federal modificou o texto, e a nova meta indica déficit de R$ 247,1 bilhões para o Tesouro Nacional, Previdência Social e Banco Central.

Segundo o relator, o senador Irajá (PSD-TO), a prioridade é para o programa de habitação popular Casa Verde Amarela. O senador também incluiu um dispositivo no texto para dar mais rapidez à execução das emendas parlamentares impositivas no Orçamento da União. 

Mais na Web