Política

“Serei candidato a governador do Piauí em 2022”, diz Robert Rios

Em entrevista ao Viagora, o pré-candidato a vice-prefeito de Teresina comentou ainda sobre os próximos passos da chapa composta por ele e por Dr. Pessoa (MDB).
19/08/2020 06h25 - atualizado

O calendário eleitoral para 2020 já começou a valer. Desde o último sábado, 15 de agosto, até o dia do segundo turno das eleições, marcado para 29 de novembro, os gestores públicos estão proibidos de contratar, nomear, admitir ou demitir servidores sem justa causa.

A próxima data prevista no calendário é o início do período das convenções partidárias, que deverão ocorrer de 31 de agosto a 16 de setembro. Nelas, os partidos irão definir seus candidatos a prefeito, vice-prefeito e vereador.

Em entrevista ao Viagora, o pré-candidato a vice-prefeito de Teresina, Robert Rios (PSB), comentou sobre os próximos passos da chapa composta por ele e pelo ex-deputado Dr. Pessoa (MDB), pré-candidato a prefeito da capital.

“Essa semana nós faremos reuniões para discutir as estratégias e o começo da campanha. Por hora está muito bem, o Dr. Pessoa está muito a frente nas pesquisas”, comentou.

  • Foto: Kelvyn Coutinho/ViagoraEx-deputado Robert Rios em entrevista ao Viagora.Ex-deputado Robert Rios.

A última pesquisa do Instituto Opinar, que colocou o pré-candidato Dr. Pessoa em primeiro lugar nas intenções de voto com 35%, mostrou um aumento nos números do pré-candidato do prefeito Firmino Filho (PSDB), Kleber Montezuma.

Robert Rios afirmou que a pesquisa está equivocada quantos aos números do ex-secretário municipal de Educação, mas que os números dos outros pré-candidatos são verdadeiros.

“Essa pesquisa que foi colocada pelo prefeito Firmino Filho é uma farsa. Todos os números são verdadeiros, exceto os do Kleber Montezuma. O Kleber teve na melhor pesquisa 4,7%”, disparou.

Nos bastidores, tem circulado que o ex-deputado seria candidato a governador nas eleições de 2022. Durante a entrevista, Robert confirmou a possibilidade de candidatura a governador e afirmou que quer ser “uma terceira via”.

“Claro que sim [serei candidato a governador]. Você acha que eu vou deixar que seja um candidato do Wellington e o Ciro seja o outro? Temos que ter um candidato para expressar uma terceira corrente no final da rua. Meu nome já está colocado. Eu estou vendo o que vai acontecer, o Ciro vai ser candidato e o outro vai ser o candidato do Wellington, precisa ter uma terceira via”, declarou.

Questionado sobre a possibilidade de haverem muitos candidatos a prefeito de Teresina em 2020, Robert Rios avaliou que isso será positivo para a eleição e para a cidade.

“Eu acho importante. Acho que quando mais candidatos, mais discussão, mais debate, isso é bom para a cidade, isso é muito bom para Teresina. A campanha vai ser diferente. Não vai ser uma campanha de multidões, reuniões. A campanha passada para presidente da República foi feita por rede social”, comentou.

O pré-candidato ainda opinou sobre o governo de Jair Bolsonaro, afirmando que o presidente está conduzindo bem a economia do país.

“Na parte econômica, mesmo com essa pandemia, o país está andando para frente. O país ainda está economicamente viável. Eu não vi até agora, em quase dois anos do governo Bolsonaro, um escândalo no governo. A gente vê as coisas do passado, dos filhos dele. Mas não tem um escândalo dele. Ele está trazendo muito dinheiro pro Nordeste, então eu acho que ele está fazendo um bom governo. Confusão tem, mas é um bom governo”, finalizou.

Mais conteúdo sobre:

Mais na Web