Coronavírus no Piauí

Sesapi intensifica barreiras sanitárias nas divisas com o Maranhão

Segundo a Sesapi, barreiras foram intensificadas nas divisas do Piauí com o Maranhão para evitar a incidência da variante indiana no estado.
26/05/2021 13h25 - atualizado

Na manhã desta quarta-feira (26), a Secretaria de Estado da Saúde (Sesapi) em parceria com a Polícia Militar, intensificou barreiras sanitárias nas divisas do Piauí com o Maranhão para evitar a incidência da variante indiana no estado.

O secretário de Saúde Florentino Neto acompanhou o trabalho das equipes do Busca Ativa na orientação à população na entrada da Ponte da Amizade, localizada na avenida Maranhão, em Teresina.

  • Foto: Ascom/SesapiBarreira sanitária na Ponte da Amizade em Teresina.Barreira sanitária na Ponte da Amizade em Teresina.

De acordo com a Sesapi, durante a abordagem dos veículos vindos da cidade de Timon (MA), as equipes coletaram informações da população, além de acompanhar se alguém apresentava algum sintoma da Covid-19, dando orientações e encaminhamentos adequados para cada situação.

Para o secretário Florentino Neto, a cooperação da população é importante durante a realização das barreiras, que há um ano vem sendo umas das principais formas de enfrentamento a pandemia no estado.

  • Foto: Ascom/SesapiAbordagem de pessoas vindas da cidade de Timon para Teresina.Abordagem de pessoas vindas da cidade de Timon para Teresina.

“As barreiras sanitárias nos permitem ter um acompanhamento mais próximo dos casos, pessoas com sintomas da infecção por Covid-19 são orientadas de como devem prosseguir ao serviço de saúde do seu município de forma adequada. Essa medida é essencial para identificação precoce de novos casos, garantindo um acompanhamento médico adequado desses casos e assim podermos evitar que esses casos evoluam para a forma mais grave da doença”, explicou.

A Polícia Militar esteve no local apoiando a realização da barreira e garantindo que as equipe do Busca Ativa pudessem realizar os trabalhos de abordagem e diálogo com a população.

  • Foto: Ascom/SesapiEquipes do Busca Ativa monitora e orienta população na entrada de Teresina.Equipes do Busca Ativa monitora e orienta população na entrada de Teresina.

Segundo a coordenadora do programa Busca Ativa, Dilia Falcão, as barreiras tem a função de conscientizar a população e a cooperação popular é essencial para que as ações atinjam seus objetivos.

“As pessoas precisam entender que a pandemia não acabou, e nossas barreiras estão ai não somente para fiscalizar, mas para ter essa conversa sobre o tema, explicar para as pessoas que agora mais do que nunca é necessária a manutenção dos cuidados de prevenção a Covid-19. Não podemos negligenciar esses cuidados, usar máscara, utilização do álcool em gel, limpeza das mãos entre as outras medidas ainda são as principais formas de evitar uma propagação do vírus”, disse.

Mais na Web