Coronavírus no Piauí

Sesapi realiza testes para Covid-19 na comunidade indígena Ukai

Nessa sexta-feira (14), equipes da Sesapi realizaram testagem rápida em indígenas da comunidade Ukai, da etnia Guajajara, em Teresina.
15/08/2020 17h00 - atualizado

A Secretaria de Estado da Saúde (Sesapi), por meio da Superintendência de Atenção à Saúde e Municípios (Supat), está realizando ações com o objetivo de combater a pandemia da Covid-19 entre a população indígena piauiense.

Como parte dos trabalhos, foi realizada, nessa sexta-feira (14), a testagem rápida da comunidade indígena Ukai, da etnia Guajajara, em Teresina. Foram testadas 40 pessoas, sendo que três testaram positivo para o novo coronavírus e 37 testaram negativo. Os positivados foram para os anticorpos do tipo IgG, que indicam que o paciente teve infecção há pelo menos três semanas e pode estar imunizado. Apesar disso, ainda não há evidências científicas sólidas que confirmem o tempo de duração dessa imunização.

  • Foto: Divulgação/SesapiEquipes da Sesapi realizam testagem rápida para Covid-19 em indígenas da etnia Guajajara.Equipes da Sesapi realizam testagem rápida para Covid-19 em indígenas da etnia Guajajara.

“Essa ação é extremamente importante pois a pandemia chegou até nós povos indígenas. Precisamos saber como está a situação dos índios de nossa aldeia, para nos isolarmos, em caso de positivos. Esse é um ganho para nós e estamos extremamente gratos ao secretário Florentino Neto, que nos disponibilizou a equipe de testagem e esse acompanhamento”, destaca a indígena Aliã Wamiri.

Além da capital, indígenas dos municípios de Piripiri, Lagoa de São Francisco, Uruçuí, Picos, Queimada Nova, Bom Jesus e Santa Filomena também estão recebendo atenção da Sesapi, que vem realizando ações de informação, prevenção e combate ao coronavírus.

“Contamos com profissionais que integram equipes multidisciplinares de saúde indígena, que vem prestando assistência a essa população desde o início da pandemia, pois é uma preocupação da Sesapi a saúde dos povos originários, que possuem um histórico de fragilidade epidemiológica. Hoje estamos com a Força Tarefa na zona urbana de Teresina “, ressalta o coordenador da ação, Epifânio Ferreira dos Reis Neto.

Mais na Web