Coronavírus no Piauí

Setor industrial do Piauí deve retomar atividades a partir da próxima semana

O retorno gradual deve ser feito em três etapas seguindo as determinações de segurança e proteção dos colaboradores, disse o presidente da Ciepi Andrade Júnior.
01/07/2020 13h00 - atualizado

Na segunda-feira (29), representantes do Centro das Indústrias do Estado do Piauí (CIEPI) estiveram reunidos com o Comitê de Organização de Emergência de Teresina para analisar e traçar um plano de elaboração para retomada das atividades econômicas na capital.

Na reunião, foi definido que o setor industrial deve retomar gradualmente suas atividades a partir da próxima segunda-feira, dia 06 de julho.

  • Foto: Luís Marcos/ViagoraEmpresário e presidente da Ciepi Andrade JúniorEmpresário e presidente da Ciepi Andrade Júnior

O presidente do CIEPI, Andrade Júnior, comemora a decisão tomada e informa como se dará esse processo. "Estivemos reunidos com Washington Bonfim, durante encontro agendado pessoalmente pelo prefeito Firmino Filho, onde o CIEPI foi convidado para tratar sobre o retorno das atividades. Lá estivemos e temos a grata notícia de dizer que a nossa indústria de transformação voltará de fato na próxima segunda-feira, dia 06 de julho. O processo se dará em três etapas", relata.

O retorno gradual deve ser feito em três etapas seguindo as determinações de segurança e proteção dos colaboradores. "Na primeira etapa, são duas semanas que compreende o período de 06 a 17 de julho. Nós trabalharemos com 50% do nosso efetivo de colaboradores, em quatro dias por semana e um turno só de seis horas. Na segunda etapa, mais duas semanas seguintes, no período de 20 a 31 de julho, teremos agora 75% dos trabalhadores, com cinco dias na semana e ainda um turno de seis horas. Já na terceira etapa, serão mais duas semanas, no período de 03 a 14 de agosto, agora com 100% dos trabalhadores, cinco dias na semana e ainda com um turno de seis horas", explica o presidente.

Andrade Júnior informou ainda o que deve acontecer após esse período de retomada gradual. "A partir daí haverá avaliação do observado nesse intervalo de tempo, para definir a volta para o horário normal de trabalho. Aos industriais e associados desejo que voltemos às atividades com todo vapor, com toda garra para recuperarmos o tempo perdido", finaliza o presidente do CIEPI.

Mais na Web