Piauí

Setut diz que não há proposta para reajuste de R$ 5,05 na passagem

O Sindicato emitiu uma nota de esclarecimento sobre o valor de R$ 5,05, que seria caso houvesse aumento em 2021.
12/02/2021 10h37 - atualizado

O Sindicato das empresas de Transportes Urbanos de Passageiros de Teresina (Setut) emitiu uma nota, nessa quinta-feira (11), esclarecendo que não há proposta de reajuste no preço da tarifa de ônibus pra R$ 5,05.

De acordo com o Setut, o poder público municipal, pode definir qual a tarifa será cobrada na catraca, porém, pelas cláusulas do contrato licitatório, tem obrigação de complementar mensalmente a diferença entre o que será cobrado e o custo efetivo do sistema.

Ainda segundo o Sindicato, o valor de R$ 5,05 é um valor técnico, caso houvesse reajuste em 2021, para cobrir os custos do transporte público. No entanto, a gestão atual decidiu manter o valor de R$ 4,00.

Confira a nota na íntegra:

O Setut esclarece que não há qualquer proposta para reajuste no preço da tarifa de ônibus para R$5,05.

De acordo com o contrato vigente, o poder público municipal tem o condão de definir qual tarifa será cobrada na catraca, porém pelas cláusulas do contrato licitatório, tem obrigação de complementar mensalmente a diferença entre o que será cobrado e o custo efetivo do sistema.

O valor de R$5,05 é um valor técnico que, caso houvesse reajuste, cobriria em 2021 os custos do transporte público.

Contudo, a atual gestão decidiu manter o valor de R$ 4,00, devendo repassar a diferença de R$ 1,05 por mês para as empresas, como prevê contrato de concessão.

É importante esclarecer ainda que a tarifa financia as gratuidades e a diferença do valor do passe estudantil que é 1/3 do valor da tarifa. Isso gera um impacto significativo no valor da tarifa e, consequentemente, no valor da passagem inteira.

Mais conteúdo sobre:

Mais na Web