Piauí

Setut emite nota e diz lamentar greve de motoristas em Teresina

Os motoristas e cobradores do transporte coletivo da capital irão entrar em greve a partir desta sexta-feira, 15 de maio.
14/05/2020 15h25 - atualizado

Nessa quarta-feira, 13 de maio, o presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Empresas de Transportes Rodoviários do Piauí (Sintetro-PI), Fernando Feijão, informou que motoristas e cobradores do transporte coletivo de Teresina irão entrar em greve a partir desta sexta-feira, 15 de maio.

De acordo com o presidente, a categoria vinha mantendo o diálogo com as empresas de ônibus desde o mês de março, porém não chegaram a um acordo.

O Sindicato das Empresas de Transportes Urbanos de Teresina (Setut) emitiu uma nota com o parecer da classe empresarial sobre a greve.

Na nota, divulgada nesta quinta-feira (14), o Setut afirma que lamenta a adoção de uma greve no momento da pandemia do coronavírus e que se solidariza com a população que utiliza o transporte público, especialmente os trabalhadores que atuam em serviços essenciais.

Confira a nota na íntegra:

O Sindicato das Empresas de Transportes Urbanos de Teresina (SETUT), em virtude do ofício recebido do Sindicato dos Trabalhadores em Empresas de Transporte Rodoviários no Estado do Piauí (SINTETRO), informando realização de greve da categoria a ser iniciada às 00:00 do dia 15/05/2020, vem, por meio desta nota, lamentar a adoção de tal medida no momento porque passa o mundo, o Brasil, o Piauí e em especial Teresina, decorrente da pandemia do novo coronavírus (Covid-19). O SETUT também se solidariza com a população de Teresina, em especial os trabalhadores em serviços essenciais, principalmente os da área de saúde, pelo prejuízo que lhe causará o movimento grevista iniciado pelos trabalhadores do setor de transportes urbanos desta capital.

Mais conteúdo sobre:

Mais na Web