Piauí

Setut nega paralisação total do transporte coletivo em Teresina

O Setut informou que apesar de negar a possibilidade, reconhece os problemas no setor e afirmou que está buscando alternativas para acabar com a crise.
29/07/2021 16h24 - atualizado

Nesta quinta-feira (29), após especulações nas redes sociais de uma nova paralisação dos ônibus em Teresina no mês de agosto, o Sindicato das Empresas de Transportes Urbanos (Setut) emitiu um esclarecimento negando a informação.

O Sindicato dos Trabalhadores em Empresas de Transporte Rodoviários no estado do Piauí (Sintetro), órgão que representa os empresários do transporte, negou a possibilidade de paralisação total no sistema, e afirmou que não há paralisações agendadas e que qualquer movimento dos trabalhadores só é deliberado durante assembleia geral da categoria. 

  • Foto: Luís Marcos/ ViagoraParada de ônibusParada de ônibus

O Setut informou que apesar de negar a possibilidade, reconhece os problemas no setor e afirmou que está buscando alternativas para acabar com a crise. 

"O Setut reitera ainda que tem buscado, sistematicamente, o diálogo com a Prefeitura de Teresina e necessita do repasse de subsídios da gestão municipal, para a manutenção do setor em funcionamento efetivo", diz um trecho da nota. 

Recentemente, o Setut divulgou uma carta aberta sobre as declarações de membros da gestão municipal sobre a crise no transporte público, na qual destaca que os empresários questionam as gratuidades existentes no sistema atualmente e voltam a cobrar os repasses de subsídios por parte da Prefeitura de Teresina. 

"Não existe uma “farra do dinheiro público”, como vem sendo falsamente exposto por representantes da Prefeitura de Teresina. O que existe é falta de responsabilidade e de empatia para com os usuários do transporte coletivo da cidade, que estão na ponta do problema e sofrem diariamente com o descaso da gestão municipal, e às empresas do setor, que precisam manter o serviço funcionando para a população teresinense sem nenhum amparo do poder público", diz trecho da carta. 

Confira a nota do Setut na íntegra:

O Sindicato das Empresas de Transportes Urbanos de Passageiros de Teresina ( SETUT) esclarece que não informou a paralisação total dos ônibus no mês de agosto. O setor enfrenta dificuldades para a resolução de problemas do sistema de transporte público e  segue buscando as melhores alternativas para aplicação de soluções. 

O Setut reitera ainda que tem buscado, sistematicamente, o diálogo com a Prefeitura de Teresina e necessita do repasse de subsídios da gestão municipal, para a manutenção do setor em funcionamento efetivo.

Mais conteúdo sobre:

Mais na Web