Coronavírus no Piauí

Shoppings de Teresina reabrem com movimentação intensa

Em um dos principais shoppings da capital foram adotadas algumas medidas para garantir a proteção dos clientes, como totens com álcool em gel e aferição de temperatura na entrada.
05/08/2020 17h01 - atualizado

Após mais de quatro meses fechados, os shoppings de Teresina foram autorizados a reabrir nessa segunda etapa da fase 2 da retomada da economia na capital, mas para voltar às atividades, esses estabelecimentos tiveram que se adaptar para garantir a segurança de colaboradores e clientes.

O gerente de uma das lojas do shopping, Edivar Lima, explica que para a reabertura foram instaladas barreiras acrílicas nos caixas, além de álcool em gel na entrada, e a retirada de algumas cadeiras para controlar a quantidade de clientes.

“O shopping, juntamente com a Vigilância Sanitária e os lojistas, estão seguindo uma cartilha: tem que ter álcool em gel em todos os terminais, colocamos barreiras acrílicas no crediário, caixa, que são os locais de maior fluxo de clientes. Nossos funcionários estão bem orientados, seguindo todos os protocolos de distanciamento, tiramos 50% das cadeiras, para o cliente ficar mais à vontade, e o shopping em si já tem toda um segurança para todos os nossos clientes”, explica o gerente.

O funcionamento dos shoppings na capital coincide com a semana que antecede o Dia dos Pais, uma das datas mais movimentadas do comércio, e a expectativa dos lojistas é que haja uma grande procura devido à reabertura das lojas.

“A expectativa é a melhor possível, a gente está esperando essa semana. Como a semana está reduzida, só começamos a abrir a partir de terça-feira e vai até sexta-feira, esperamos que essa expectativa seja a melhor possível, que a gente consiga realmente suprir e se adequar à realidade do momento”, afirma o lojista.

Os shoppings voltaram a funcionar em horário especial: de terça à sexta, das 14h às 20h seguindo todas as medidas de segurança dos protocolos específicos para a reabertura.

Em um dos principais shoppings da capital foram adotadas algumas medidas para garantir a proteção dos clientes, como totens com álcool em gel em pontos estratégicos, aferição de temperatura na entrada, além da instalação de pias com água e sabão. Para evitar aglomeração, nas lojas foram colocadas placas indicando a quantidade de pessoas que podem ficar dentro do estabelecimento, e nas escadas rolantes, os degraus receberam marcações para indicar a distância correta. Já a praça de alimentação continua fechada, funcionando apenas por meio do delivery ou retirada no local.

As medidas de segurança e higiene agradaram os clientes, mas o que chamou atenção foi a grande quantidade de pessoas que foram até o shopping no primeiro dia de reabertura, como relata a assistente administrativa, Ananda Oliveira.

“Eu gostei, tanto da reabertura, quanto das medidas de segurança. Eu só achei que as pessoas vieram muito, muitas pessoas vieram. Eu acho que a gente tem que saber também se conscientizar em relação a isso. A cura não veio, a vacina não veio, a gente precisa continuar no isolamento e vir pro shopping somente se for necessário”, relata a cliente.

Já seu José Damasceno acredita que o ideal não seria limitar os dias de funcionamento dos shoppings, já que segundo ele, isso faz com que os espaços fiquem mais aglomerados.

"As medidas de segurança são boas e a reabertura do shopping é importante. O que eu acho mais importem também não é limitar horário de atendimento, porque quanto mais o limite fica estreito, quando reabre mais aglomera”, comenta o agrônomo.

Com a reabertura dos shoppings em Teresina, a Vigilância Sanitária da Fundação Municipal de Saúde (FMS) orienta que os clientes devem ser objetivos na hora da compra e permanecer o mínimo de tempo possível nesses locais, além de seguir as regras dos estabelecimentos e sair de casa somente se for necessário.

Mais na Web