Piauí

Sindjor pede que OAB acompanhe caso de jornalista agredido por ex-prefeito

Ademar do Nascimento foi agredido na presença de Fábio Abreu em Alto Longá.
  • MARCOS CUNHA
11/07/2017 15h41 - atualizado

O Sindicato dos Jornalista do Piauí (Sindjor-PI) encaminhou ofício ao presidente da Ordem dos Advogados (OAB), Chico Lucas, e ao presidente da Comissão de Direitos Humanos, Marcelo dos Anjos Mascarenhas, para que acompanhem o inquérito que apura a agressão física sofrida pelo jornalista e radialista Ademar Souza.

O caso foi registrado durante a inauguração de uma obra de asfaltamento no povoado Invejada dos Cardosos, município de Alto Longá, no último sábado (08). Ademar teria sido convidado para ser cerimonialista do evento, onde também estava presente o secretário de Segurança, Fábio Abreu.

  • Foto: Facebook/ Ademar SousaJornalista e radialista Ademar SousaJornalista e radialista Ademar Sousa

O jornalista afirmou que foi agredido com um soco no rosto pelo ex-prefeito da cidade, Flávio do Teté, após se negar a dar o microfone em cima do palco. O desentendimento teria iniciado após um vereador de Alto Longá ter insistido em falar, mesmo com o jornalista alegando que não seria necessário, para não transformar o evento em “palanque” político.

Na confusão, familiares do jornalista interviram para controlar a situação. Ademar informou que um delegado foi designado por Fábio Abreu para abrir um inquérito civil sobre o caso e que faria um exame de corpo e delito no Instituo Médico Legal para comprovar as agressões.

Mais conteúdo sobre:

Mais na Web