Piauí

Sindjor-PI se manifesta sobre prisão do jornalista Tony Trindade

Na publicação, o Sindjor-PI afirma que “estranha e lamenta” a prisão do jornalista sem que ele tivesse o direito de se defender das acusações apresentadas contra ele.
19/08/2020 09h10 - atualizado

Na noite dessa terça-feira (18) o Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Estado do Piauí (Sindjor-PI) emitiu uma nota se manifestanto sobre a prisão do jornalista Tony Trindade pela Polícia Federal (PF) nessa terça-feira (18).

Na publicação, o Sindjor-PI afirma que “estranha e lamenta” a prisão do jornalista sem que ele tivesse o direito de se defender das acusações apresentadas contra ele, e reitera a posição de ser contra qualquer tentativa de “cerceamento” à liberdade de expressão.

  • Foto: DivulgaçãoTony TrindadeTony Trindade

O sindicato reforça ainda que a Constituição Brasileira garante ao profissional de imprensa a liberdade no exercício do jornalismo, e reclama que seja assegurado ao apresentador Tony Trindade o direito constitucional ao contraditório e cobra transparência na tramitação do processo.

Confira a nota do Sindjor-PI

Nota Pública O Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Estado do Piauí (Sindjor-PI) estranha e lamenta a prisão do...

Publicado por Sindjor-Pi em Terça-feira, 18 de agosto de 2020

A  prisão de Tony Trindade foi realizada na manhã dessa terça-feira (18) pela Polícia Federalna residência onde o jornalista mora em Teresina.

A PF investiga atos ilegais de intervenção e embaraçamento à Operação Delivery, que apura desvio de recursos públicos do Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica (Fundeb) destinados ao município de União. Outro mandado de busca e apreensão foi cumprido em um sítio do jornalista, localizado na cidade de Monsenhor Gil.

Mais conteúdo sobre:

Mais na Web