Piauí

Sintetro realizará assembleia para discutir nova greve em Teresina

Segundo o representante da categoria Ajuri Dias, alguns dos trabalhadores estão se manifestando novamente devido ao Setut não cumprir com o acordo estabelecido.
22/03/2021 16h25

O presidente do Sindicato dos Trabalhadores em Empresas de Transportes Rodoviários no Estado do Piauí (Sintetro), Ajuri Dias, disse que haverá uma assembleia nesta quarta-feira (23), para discutir a possibilidade de uma nova greve do transporte coletivo da capital.

Conforme Ajuri Dias, até a última quinta-feira (18), algumas empresas ainda não haviam feito os pagamentos dos funcionários.

  • Foto: Luís Marcos/ ViagoraAjurí Dias, presidente do sintetroAjurí Dias, presidente do sintetro

"Não estamos realizando paralisação, alguns motoristas revoltados pôr não receber os salários não estão trabalhando. Vamos realizar assembleia na quarta-feira, se não receber vamos retornar greve novamente", destacou.

O representante do sindicato ressaltou que o acordo extrajudicial que o procurador do município está buscando fazer com o Sintetro, Setut e Prefeitura, tem como objetivo buscar estabilidade no sistema durante esse período, para que não tenha mais greve.

Em uma audiência realizada na tarde do último dia 12 no Tribunal Regional do Trabalho (TRT), o Sindicato das Empresas de Transportes Urbanos de Passageiros de Teresina (Setut) vem tendo com os motoristas e cobradores de ônibus (Setut) havia informado que poderia pagar os salários atrasados referentes ao mês de janeiro até a quinta-feira (18), o que segundo Ajuri Dias não aconteceu.

Para o presidente, alguns dos trabalhadores estão se manifestando novamente devido ao Setut não cumprir com o acordo estabelecido: “Porque sabem que sem receber salários não dá para ir trabalhar, porque não tem como se deslocar. Então hoje, o Setut desrespeita e não obedece aos órgãos da justiça e faz do jeito que quer, porque assume os compromissos e não honra”, finalizou.

Mais na Web