Política

“Só vou resolver em 2022”, diz Firmino Paulo sobre mudança de partido

O deputado estadual comentou que vai permanecer na base governista e que a questão da mudança de partido só vai ser resolvida quando abrir a janela partidária.
03/02/2021 06h36 - atualizado

Na manhã desta terça-feira, 2 de fevereiro, o deputado estadual Firmino Paulo (Progressistas) esteve presente na cerimônia de entrega das novas viaturas da Polícia Militar do Piauí, que aconteceu no estacionamento da Ponte Estaiada, na Avenida Raul Lopes, zona Leste de Teresina.

Na ocasião, o deputado concedeu entrevista ao Viagora, onde falou sobre o apoio à candidatura de Dr. Pessoa (MDB) à Prefeitura de Teresina em 2020, apesar de o seu partido ter apoiado Kleber Montezuma (PSDB).

“Na realidade, essa é uma discussão que já acontecia dentro do partido. Eu já tinha comunicado esse posicionamento alguns anos antes da eleição, em virtude de já ter pertencido àquele grupo, de não participar mais daquele grupamento político. Então foi um posicionamento de achar o que era melhor para Teresina, por conta disso, nós tomamos a decisão de apoiar o Dr. Pessoa, um deputado que eu tive o prazer de trabalhar junto, tempos um bom diálogo e temos um propósito e um trabalho focado na nossa cidade”, comentou.

  • Foto: Luís Marcos/ViagoraDeputado Firmino PauloDeputado Firmino Paulo (Progressistas).

O parlamentar afirmou que faz parte da bancada governista na Alepi e que permanecerá desenvolvendo seus trabalhos na base do Governo do Estado.

“Hoje estamos na base do governo, estamos trabalhando juntamente com o governador Wellington Dias, levando obras para os municípios, trazendo obras para Teresina, e vamos continuar nesse projeto. No projeto de trabalhar em prol dos municípios, em prol da população piauiense, é esse o nosso objetivo, transformar o ano de 2021 em um ano de muito trabalho”, declarou.

Questionado se o seu posicionamento na base governista indicaria uma possível saída do Progressistas e se já teria recebido convite de outras legendas, o deputado comentou apenas que isso será definido apenas em 2022.

“Essas conversas sempre existem em bastidores, mas não efetivamente serão definidas nesse momento, isso só vai acontecer na janela partidária. Nesse momento de janela é que vai se decidir, o quadro é muito instável pela mudança na legislação, todos nós sabemos que não existem mais as coligações proporcionais e, com base nisso, nós tivemos o exemplo na cidade de Teresina. Vários candidatos mudaram de partido com a intenção de formar a chapa em um partido só e esse desenho só vai se realizar  no mês de março de 2022”.

“As eleições de 2022 ainda estão muito distantes, esse quadro irá se definir só lá em março ou abril do próximo ano, quando terá essa definição das chapas, de quem será oposição, quem será situação. Hoje, o que nós temos feito na Assembleia, e o que todos os deputados têm feito, é focar em trabalho nesse ano”, disse.

Firmino Paulo comentou ainda sobre os projetos que pretende apresentar na Assembleia Legislativa em 2021.

“Nós fizemos vários projetos durante o nosso mandato, principalmente na área de segurança pública e recentemente na área de educação, que apresentamos no final do ano letivo, que foi tornar a educação uma atividade essencial, principalmente nesse período de pandemia. Esse projeto já tramitou ano passado nas comissões e nesse ano irá para plenário para votação. Eu tenho certeza que os deputados irão atender a esse clamor da sociedade, da educação piauiense, e voltar essas aulas presenciais, e também as aulas remotas para aqueles alunos que não puderem participar dessas aulas presenciais. Essa foi a contribuição que demos para a educação do estado do Piauí e queremos contribuir mais para a segurança pública”, completou.

Mais na Web