Piauí

SSP-PI reestruturará grupo para combater violência contra LGBTQIA+

Nos próximos meses, também será desenvolvido um protocolo que serão utilizados pelas polícias Civil e Militar, para a coleta e tratamento de dados de violência contra a pessoa LGBTQIA+.
11/11/2021 17h01 - atualizado

Na manhã desta quinta-feira (11), representantes da Secretaria Estadual de Segurança Pública (SSP) e a Secretaria de Assistência Social e Cidadania (SASC) se reuniram para tratar sobre medidas de combate à violência contra a comunidade LGBTQIA+ no Piauí. O encontro aconteceu na sede da SSP, região Centro Norte de Teresina.

Segundo a secretaria, nos próximos meses, também será desenvolvido um protocolo que serão utilizados pelas polícias Civil e Militar, para a coleta e tratamento de dados de violência contra a pessoa LGBTQIA+.

" A partir desses dados teremos informações mais consistentes sobre a violência LGBTQIA+ no Piauí", explicou o diretor do Núcleo Central de Análise e Estatística da SSP, delegado João Marcelo Brasileiro.

  • Foto: DivulgaçãoRepresentantes da SSP e SASC no PiauíRepresentantes da SSP e SASC no Piauí

Durante a reunião também foi definida a assinatura de um Termo de Cooperação Técnica entre as duas secretarias para trocas de informações que ajudarão em ações educativas e preventivas nos municípios piauienses.

Mais na Web