Piauí

Strans intensifica fiscalização de transporte clandestino em Teresina

Além da fiscalização, a Superintendência vem realizando campanhas educativas de conscientização junto a população através das mídias sociais.
13/07/2021 16h00 - atualizado

Na manhã da última segunda-feira (12), a Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (Strans) realizou operação de combate ao transporte clandestino de passageiros em Teresina.

A operação teve início na Praça do Poti Velho, na zona Norte da capital, com encerramento no Centro de Teresina, com o monitoramento da equipe de fiscais da Gerência de Fiscalização e Controle. Durante a ação, veículos estavam praticando o transporte irregular de passageiros no local, entre vans e micro-ônibus.

  • Foto: DivulgaçãoTransporte alternativoTransporte alternativo

As operações de fiscalizações são realizadas por meio das equipes de fiscalização e dos Agentes de Trânsito da Strans em parceria com a Guarda Civil Municipal (GCM), apreendendo veículos clandestinos e irregulares cumprindo o que determina a lei municipal 4.942/2016 que institui normas para coibir a atividade econômica que consiste no transporte clandestino ou irregular de passageiros e estabelece penalidades para quem age ilicitamente.

No último dia 05 deste mês, a Strans realizou uma operação de fiscalização e fez a apreensão de um veículo micro-ônibus que rodava clandestinamente na região da zona Sul, e após a operação constatou que houve uma redução significativa na quantidade de veículos clandestinos nesta zona.

Conforme a Strans, o transporte clandestino coloca em risco a vida dos passageiros, bem como transitar com o veículo efetuando transporte remunerado de pessoas ou bens, quando não for licenciado para esse fim ou sem permissão da autoridade competente é infração gravíssima penalizada com multa e remoção do veículo.

Além da fiscalização, a Superintendência vem realizando campanhas educativas de conscientização junto a população através das mídias sociais recomendando que os usuários utilizem apenas o transporte regulado.

Aqueles que forem flagrados, segundo a Strans, realizando o transporte clandestino passará por um Termo Circunstanciado de Ocorrência e poderá sofrer sanções penais previstas em lei.

Mais na Web