Polícia

Suspeitas de matar família carbonizada gritam juras de amor presas

Segundo informações, Ana Flávia e Carina estão em celas separadas à sete metros uma da outra, e a polícia evita que as duas se encontrem durante o banho de sol. O caso está sendo investigado.
  • DA REDAÇÃO
07/02/2020 15h10 - atualizado

A filha mais velha do casal encontrado morto carbonizado junto com o filho de 15 anos no ABC Paulista, Ana Flávia Gonçalves e a namorada, Carina Ramos, tiveram a prisão preventiva decretada e estão em sela separas, mas de acordo com a polícia, as duas gritam juras de amor entre os corredores.

  • Foto: Arquivo pessoalAna Flávia e Carina RamosAna Flávia e Carina Ramos

Segundo informações, Ana Flávia e Carina estão em celas separadas, à sete metros uma da outra, e a polícia evita que as duas se encontrem durante o banho de sol, já que o caso ainda está sendo investigado. Mas mesmo com a distância, as duas gritam pelos corredores perguntando se a outra já se alimentou e afirmam coisas do tipo “ninguém irá separá-las”.

Ao todo, cinco pessoas foram presas suspeitos do crime. Além de Carina Ramos e Ana Flávia, três homens suspeitos foram detidos, entre eles, o primo de Carina, que confessou no depoimento que a filha autorizou a morte da família.

Mais conteúdo sobre:

Mais na Web