Polícia

Suspeito de explodir banco em Miguel Alves mata morador atropelado

Segundo o secretário da SSP-PI, o suspeito do crime havia roubado um carro em União e feito a dona no veículo de refém; enquanto fugia da PM, acabou atropelando um morador.
27/10/2020 15h50 - atualizado

Na manhã desta terça-feira (27), um homem morreu após ser atropelado por um dos suspeitos de roubar uma agencia do Branco do Brasil na cidade de Miguel Alves, no dia 04 de outubro, enquanto fugia da Polícia Militar (PM).

De acordo com informações do secretário de Segurança Pública do Piauí (SSP-PI), coronel Rubens Pereira, o suspeito do crime havia roubado um carro na cidade de União e fez a dona do veículo de refém. Enquanto tentava fugir dos militares, o acusado do crime acabou atropelando um morador que conduzia uma bicicleta em uma estrada na zona Rural de José de Freitas.

Conforme o secretário, devido aos ferimentos a vítima morreu ainda no local. Após o atropelamento, agentes da Polícia Militar conseguiram alcançar o suspeito que foi preso, já a dona do veículo foi liberada e não sofreu ferimentos graves.

O roubo à agencia do Banco do Brasil de Miguel Alves ocorreu no dia 04 de outubro, por volta das 03h17, quando criminosos armados explodiram o banco. Na fuga, os suspeitos levaram cinco reféns que estavam nas proximidades do local no momento do crime. Segundo a polícia, os reféns foram liberados na saída da cidade.

Mais conteúdo sobre:

Mais na Web