Piauí

Teresina planeja retorno das aulas presenciais para agosto

Segundo o secretário municipal Nouga Cardoso, com a vacinação dos trabalhadores da educação, as aulas presenciais estão previstas para iniciar no mês de agosto.
17/06/2021 11h00

Nesta semana, os secretários de Finanças, Robert Rios, e da Educação, Nouga Cardoso, se reuniram e acertaram os detalhes do retorno das aulas na rede municipal de ensino em Teresina.

Segundo o secretário Nouga Cardoso, com a vacinação dos trabalhadores da educação, as aulas presenciais estão previstas para iniciar no mês de agosto, mas seguindo todos os protocolos sanitários de prevenção do novo coronavírus.

  • Foto: AscomReunião entre Semec e Secretaria de Finanças sobre o retorno das aulas presenciais.Reunião entre Semec e Secretaria de Finanças sobre o retorno das aulas presenciais.

“O retorno deverá ser gradual e de forma híbrida, com metade da turma na sala de aula e a outra metade acompanhando as aulas das suas residências”, afirmou.

De acordo com a Secretaria Municipal de Educação (Semec), a possibilidade de modelo híbrido será iniciada pelas turmas do 2º, 5º e do 9º ano.

Nouga pediu apoio ao secretário Robert Rios para garantir o processo de volta às aulas da maneira mais segura possível e o vice-prefeito disse que a Secretaria de Finanças (SEMF) não vai medir esforços para proporcionar esse retorno.

  • Foto: AscomNouga Cardoso e Robert Rios acertam detalhes para retorno das aulas presenciais em Teresina.Nouga Cardoso e Robert Rios acertam detalhes para retorno das aulas presenciais em Teresina.

Ainda segundo Robert Rios, já está planejado a contratação de 340 professores da educação infantil, profissionais do primeiro e segundo ciclo , além de cadastro reserva.

“A SEMF não vai medir esforços para proporcionar o retorno gradativo das aulas, inclusive no que diz respeito à contratação de 340 professores da educação infantil, professores do primeiro ciclo e professores do segundo ciclo (Ensino Fundamental), além de realizar o cadastro de reserva dos que farão o teste seletivo da SEMEL. Tudo isso seguindo todos os protocolos sanitários exigidos para o combate à Covid-19”, garantiu o secretário.

O secretário Nouga afirma que a intenção é o retorno gradual, antes de universalizar o presencial e ressalta que a vacinação é necessária para reiniciar esse processo.

“Nós pensamos no retorno gradual, antes de universalizar o retorno presencial. É importante que se diga que a vacinação é necessária para que a gente reinicie esse processo. Nossa preocupação, além da vacina, é também de sanitização das escolas, com dispensadores de álcool em gel, manter o distanciamento, ou seja, vamos retornar as aulas presenciais no segundo semestre, mas faremos isso de forma gradual, dentro da segurança necessária para que os nossos professores e alunos não fiquem expostos à Covid-19”, afirmou.

Mais na Web