Geral

Timon terá licitação para transporte público e empresa atuará por 10 anos

O CIMU garante que ainda neste ano iniciará o processo de instalação do sistema de bilhetagem eletrônica nos ônibus.
  • LAÍS VITÓRIA
09/02/2021 15h25

Na manhã desta terça-feira (09), o diretor do Consórcio Intermunicipal de Mobilidade Urbana (CIMU), Saney Sampaio, esteve reunido com representantes do legislativo municipal para explicar o que o órgão tem feito para resolver os problemas no transporte público entre Timon e Teresina (PI).

O impasse teria começado no último dia 17 de janeiro, quando a Dois Irmãos suspendeu de forma repentina as atividades em Timon. Saney Sampaio ressaltou aos vereadores da base governista que teria notificado imediatamente a empresa para que ela se manifestasse oficialmente a respeito da paralisação.

  • Foto: DivulgaçãoTransporte público de TimonTransporte público de Timon

Após orientação da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), de acordo com as normativas legais, o CIMU deu início à transferência emergencial de todas as linhas operadas pela empresa Dois Irmão para a Timon City.

O CIMU garante que ainda neste ano iniciará o processo de instalação do sistema de bilhetagem eletrônica nos ônibus. Nos próximos seis meses a Timon City terá segurança jurídica para atuar em Timon desde que assuma todas as linhas e itinerários da Dois Irmãos, minimizando o prejuízo para a população.

“A gente inicia dentro de 180 dias o sistema de bilhetagem eletrônica, de modo a garantir ao usuário o direito à meia passagem, à gratuidade e ao transporte eficiente de qualidade”, destacou o diretor do CIMU.

De acordo com o diretor do CIMU, a empresa está elaborando um processo licitatório para contratar empresas para assumir as linhas de ônibus de Timon por um período de 10 anos. A expectativa é que a nova empresa inicie as atividades ainda neste ano.

O diretor do CIMU garante que o Plano Geral de Outorgas será enviado para Brasília, para aprovação da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), ministérios e Tribunal de Contas da União (TCU), até o dia 22 de março e em seguida o edital será lançado.

“Estamos preparando um sistema de licitação para que uma ou mais empresa possam, a partir de agora, começar a operar todo sistema de transporte entre as duas cidades. O contrato vai durar dez anos e a gente acredita que vai resolver definitivamente o  processo de transporte entre as duas cidades”, explica Saney.

O Consórcio Intermunicipal de Mobilidade Urbana pretende aperfeiçoar o sistema de transporte público de Timon, com o objetivo de atender regiões da cidade que não são contempladas atualmente com o itinerário dos ônibus. O CIMU também está concluindo a atualização do estudo de demanda para identificar o volume de passageiros que precisam ser transportados mensalmente.

“Isso vai permitir um redesenho das linhas para atender comunidades que hoje não são atendidas, observando horários, número de passageiros. Vamos aperfeiçoar sistema de transporte como um todo, não iremos realizar apenas a transferência de uma empresa para outra”, finalizou Saney Sampaio.

Mais na Web