Piauí

TRE adia julgamento de ação que pede a cassação de Iracema Portella

A previsão é que o processo seja incluído em pauta novamente na próxima semana.
  • RAYANE TRAJANO E ANA RAQUEL COSTA
07/03/2017 12h16 - atualizado

A Ação de Investigação Judicial Eleitoral (Aije) que pede a cassação do diploma e a inelegibilidade da deputada Federal Iracema Portella (PP), que deveria ser julgada nesta terça-feira (07), no Tribunal Regional Eleitoral do Piauí, foi adiada. A previsão é que seja incluída em pauta novamente na próxima semana.

  • Foto: Facebook/Iracema PortellaDeputada Iracema PortellaDeputada Iracema Portella

O motivo do adiamento foi que o juiz federal Geraldo Menezes pediu vistas do processo e deve retornar na segunda-feira. O relator, desembargador Edvaldo Pereira Moura já havia votado pelo indeferimento do processo.

A ação relata abuso de poder econômico nas eleições de 2014, além de irregularidades na prestação de contas que já foi reprovada pelo Tribunal. A petição do Ministério Público Eleitoral é de cassação do diploma e registro e da inelegibilidade da deputada.

Mais na Web