Política

TRE diploma governador, vice e deputados eleitos no Piauí

Além de Wellington Dias e Regina Sousa, 30 deputados estaduais, 10 federais, 5 suplentes de cada coligação, senadores e suplentes participam da cerimônia de diplomação neste segunda (17).
17/12/2018 19h30 - atualizado

TRE diploma governador, vice e deputados eleitos no Piauí

O governador reeleito Wellington Dias e a vice-governadora eleita, Regina Sousa, foram diplomados nesta segunda-feira (17), por volta das 19h30. A solenidade aconteceu no auditório do Tribunal de Justiça do Piauí (TJ-PI) no Centro de Teresina. 

Na solenidade foram diplomados também, além do governador e da vice-governadora, 30 deputados estaduais, 10 federais, 5 suplentes de cada coligação, senadores e suplentes. 

A cerimônia também contou com a presença do desembargador do Tribunal Regional Eleitoral do Piauí (TER-PI) Sebastião Ribeiro Martins, do prefeito de Teresina, Firmino Filho e dos senadores eleitos Marcelo Castro e Ciro Nogueira.

Durante o discurso, Wellington Dias relembrou a trajetória feita durante a campanha eleitoral, afirmando que para chegar à reeleição para o cargo de governador do estado do Piauí não foi fácil.

“É um processo que quando termina parece que foi tudo fácil, mas eu digo aqui, não foi nada fácil. Caminhar a cada município de manhã, tarde de noite, madrugada. Cuidar para evitar cometer qualquer crime eleitoral, nos responsabilizando pelo que a gente faz e por outros que estão conosco nesta caminhada”, disse Wellington Dias.

“Há um ambiente que não é fácil, para quem já está com mais mandatos ou para quem pela primeira vez assume um mandato ha de compreender que é um momento muito delicado no Brasil, e nós não somos uma ilha dentro do Brasil. Ha desafios de fazer cumprir aquilo que ouvimos em cada lugar, em um abraço de cada pessoa, em palavras de discurso ou em palavras mais curtas. Devemos nos lembrar que ha um mundo com problemas graves que temos que enfrentar todos juntos”, esclareceu Dias.

De acordo com a vice-governadora Margarete Coelho, a cerimônia foi um momento de transição muito importante para ela e para a história do país. “Nós pretendemos fazer essa representação com muita honra e responsabilidade”, relatou.

A deputada federal eleita disse que deixou marcas positivas durante o mandato mostrando que um vice também trabalha. “Devemos acabar com esse senso comum de que vice é um cargo de mera expectativa, mas não é. Recebemos salário público e temos que trabalhar. Então é essa marca que eu deixo, que vice tem o que fazer e deve fazer”, afirmou Margarete.

Mais na Web