Piauí

TRT/PI arrecada R$ 13,8 milhões durante evento trabalhista

A Justiça do Trabalhou auxiliou os empregadores condenados em processos trabalhistas a quitarem suas dívidas.
27/09/2018 17h00 - atualizado

O Tribunal Regional do Trabalho da 22ª Região – Piauí (TRT/PI) arrecadou cerca de R$ 13,8 milhões durante a 8ª Semana Nacional da Execução Trabalhista. O evento foi realizado no período de 17 a 21 de setembro com o objetivo de auxiliar os empregadores condenados em processos trabalhistas a quitarem suas dívidas.

O TRT homologou 455 acordos entre trabalhadores e empresas de um total de 491 audiências realizadas, tendo sido atendidas 1.348 pessoas no período.

Desse total, cerca de R$ 9,5 milhões serão repassados aos trabalhadores. Foi arrecadado R$ 1,4 milhão para o INSS e R$ 145 mil foi destinado para o imposto de renda. Os leilões de bens apreendidos, realizados em Uruçuí e em Teresina, arrecadaram mais de R$ 2,7 milhões.

A 4ª Vara do Trabalho de Teresina foi a que mais arrecadou, totalizando R$ 3,7 milhões em 138 acordos homologados. Em segundo lugar em valores arrecadados ficou a 3ª Vara de Teresina, com R$ 2,7 milhões em 65 acordos, sendo seguida de perto pela 2ª Vara que arrecadou R$ 2,5 milhões em 84 acordos.   

A execução trabalhista é a fase do processo em que há a imposição do que foi determinado pela Justiça, incluindo a cobrança forçada feita a devedores para garantir o pagamento de direitos. A execução apenas começa se houver condenação ou acordo não cumprido na fase anterior, a de conhecimento, em que se discutiu ou não a existência de direitos.  Na ausência de pagamento, a Justiça do Trabalho pode recorrer à penhora de bens e de valores em contas bancárias pertencentes aos devedores.
 

Mais na Web