Política

TSE apresenta novas funcionalidades do e-Título para eleições

Agora no app é possível se cadastrar como mesário voluntário, consultar débitos com a Justiça Eleitoral e emitir guias de pagamentos.
17/10/2020 11h20 - atualizado

Recentemente o aplicativo e-Título lançou uma nova versão e traz novos serviços disponíveis para os eleitores e mais segurança na hora de utilizar. Além da justificativa do voto em caso de ausência no dia do pleito de 2020 poder ser feita online, também é possível realizar cadastro como mesário voluntário, consultar débitos com a Justiça Eleitoral e emitir guias de pagamentos, entre outras funcionalidades.

O aplicativo trouxe ainda melhorias em questão de acessibilidade para pessoas cegas, informações de acesso e condições da seção eleitoral. Outra funcionalidade do e-Título é a consulta de locais aonde o eleitor pode ir para justificar a ausência à urna.

O objetivo é de que o e-Título se torne, em um futuro próximo, uma central de prestação de serviços por dispositivos móveis, fazendo com que seja executável que o atendimento realizado pelo cartório eleitoral passe a ser feito por meio do dispositivo móvel.

Também é cogitada a possibilidade de digitalizar e enviar os documentos necessários para serviços como alistamento, transferência e revisão eleitoral por meio do aplicativo e-Título, trazendo mais praticidade para os eleitores.

Confira algumas das funcionalidades do e-Título:

Fácil acesso: No primeiro acesso, basta que o usuário informe o número do CPF ou do título eleitoral. Antes, era possível somente acessar o app com o número do título, que é menos memorizado pela população. O novo aplicativo também passa a exigir o cadastro de uma senha de acesso, que pode ser substituída pela validação biométrica quando essa funcionalidade estiver disponível no aparelho utilizado. Essa senha será exigida sempre no acesso ao aplicativo quando o intervalo entre os acessos for superior a 15 segundos.

Acessibilidade: O app agora dispõe de melhorias de acessibilidade para pessoas cegas, além de trazer algumas informações sobre o acesso e as condições da seção eleitoral.

Consulta de débitos: Por meio do app, é possível emitir a guia de pagamento dos débitos mais comuns com a Justiça Eleitoral. Após liquidar a dívida, o eleitor deverá proceder como de costume para comprovar a quitação do débito.

Mesário voluntário: O aplicativo passa, agora, a permitir também que o eleitor se cadastre como mesário voluntário, opção que equivalerá a uma declaração presencial apresentada no cartório eleitoral.

Emissão de certidão: O eleitor poderá, por intermédio do app, emitir as certidões de quitação eleitoral e de crimes eleitorais.

Consulta de locais de justificativa: Agora, o eleitor poderá consultar os locais aonde poderá ir para justificar a ausência à urna.

Mais na Web