Política

“Vamos chegar ao 2º turno e ganhar a eleição”, diz Fábio Novo

Nessa sexta-feira, 11 de setembro, foi realizada a convenção do Partido dos Trabalhadores (PT) para as eleições municipais de Teresina.
12/09/2020 07h28 - atualizado

Nessa sexta-feira, 11de setembro, foi realizada a convenção do Partido dos Trabalhadores (PT) para as eleições municipais de Teresina. Na ocasião, foram oficializados os nomes dos candidatos que disputarão os cargos de prefeito, vice-prefeito e vereadores da capital.

O deputado Fábio Novo, pré-candidato a prefeito, comentou que está muito confiante com o pleito e que Teresina quer uma renovação na política da cidade.

“Nós vamos chegar ao segundo turno e vamos ganhar a eleição. Teresina quer algo novo, Teresina pode fazer muito mais pela Educação, casar a Educação com Esporte e Cultura, que é o que está faltando nessa área. Teresina pode e vai fazer um sistema de transporte decente. Teresina vai voltar a olhar com muita sensibilidade para seus rios. Teresina vai experimentar a partir de janeiro algo que é digno pras pessoas, de dar o documento da sua casa através do maior projeto revolucionário que nós vamos fazer de regularização fundiária. É dignidade que nós queremos dar para as pessoas”, declarou.

  • Foto: Instagram/Fábio NovoFábio Novo é oficializado candidato do PT à Prefeitura de Teresina.Fábio Novo é oficializado candidato do PT à Prefeitura de Teresina.

Novo mencionou ainda que o apoio do governador Wellington Dias é muito importante para a chapa, de modo que, se eleito, poderá planejar políticas públicas para a capital em conjunto com o Governo do Estado.

“O governador vai votar no candidato do seu partido. É normal e natural isso no 1º turno. Conheço o Wellington há mais de 20 anos, nós militamos juntos, construímos juntos sonhos de um Piauí melhor. Eu acredito que, com o apoio do governador e chegando à Prefeitura de Teresina, nós vamos somar esforços. Com a ajuda do governador e com a ajuda do prefeito, é possível sentar à mesa e pensar um programa de segurança para a cidade, que hoje é o principal problema, aí nós vamos juntar esforços que envolvem Guarda Municipal, Polícia Civil e Polícia Militar e não só isso, fazer um programa ousado de recuperar espaços sociais que foram abandonados por toda a periferia”, afirmou.

  • Foto: Luís Marcos/ViagoraGovernador Wellington DiasGovernador Wellington Dias

O pré-candidato ainda comentou sobre declarações do atual prefeito Firmino Filho (PSDB), de que os candidatos de partidos aliados ao Palácio de Karnak seriam todos “farinha do mesmo saco”.

“É um prefeito mal educado. Acho que a gente tem que respeitar a história, o Fábio Novo não chegou aqui à toa. A minha candidatura foi um processo de construção e ninguém tem o direito de desdenhar disso, foi muito correto e muito decente. Quem chegou até aqui como eu cheguei tem uma candidatura extremamente legítima. Não é farinha do mesmo saco, é uma boa farinha que presta para ser vendida, a farinha do prefeito é que não presta para ser vendida. Eu nunca maltratei ninguém, sempre tratei as pessoas com muita decência e essa campanha nós vamos fazer com muita decência, tratando bem as pessoas, de forma educada. Você nunca vai ver o prefeito Fábio Novo destratando ninguém, porque não é da minha natureza. É da natureza de lá destratar as pessoas, de não receber. Aqui vai ser diferente, nós vamos acolher as pessoas e tratar todos bem, do menor ao maior”, disparou.

Questionado sobre a decisão de mudar o nome do vice da chapa, onde Silmara Castro foi substituída por Érico Luís, o deputado estadual informou que foi uma decisão tomada pelo Solidariedade.

“Houve uma situação que foi colocada e isso se repercutiu no meio. Nós conversamos com o Solidariedade, a quem cabe a indicação de vice, de forma que nós tratamos dessa forma. Então coube ao Solidariedade fazer a indicação, nós acolhemos e vamos levar para frente. Não muda no que nós pensamos, eu gostaria de ter uma mulher, não foi possível até agora, mas nós temos que respeitar o nome que foi colocado, é um bom nome, vem dos movimentos populares e pode contribuir conosco. Continuo afirmando que no nosso programa, chegando à prefeitura, as mulheres serão 50% da composição de governo”, completou.

Mais na Web