Coronavírus no Piauí

Vigilância Sanitária fiscaliza mais de mil comércios em Teresina

Segundo a prefeitura de Teresina, dos 1.325 estabelecimentos fiscalizados, 524 foram notificados para se adequarem às normas para o enfrentamento do vírus.
14/05/2020 07h44 - atualizado

A prefeitura de Teresina informou que a Vigilância Sanitária da Fundação Municipal de Saúde (FMS) intensificou o trabalho desenvolvido na capital, e somente nos meses de março e abril deste ano, foram realizadas 1.325 fiscalizações em mercados, supermercados, farmácias e laboratórios de exames da Covid-19.

Segundo a prefeitura, desse total, 524 estabelecimentos foram notificados para se adequarem às normas estipuladas para o enfrentamento do vírus. A gerente da Vigilância Sanitária, Jeanyne Seba, explica que os estabelecimentos que não cumprirem as regras também podem ser multados ou interditados.

“Os estabelecimentos, por exemplo, têm que contribuir com o distanciamento dos clientes, controlar o acesso, higienizar com frequência os itens de uso coletivo, disponibilizar pia ou álcool em gel para as pessoas e adotar todas as medidas visando à segurança de clientes e profissionais”, explica a gerente.

Além de aturar na fiscalização, a Vigilância Sanitária também tem orientado a população sobre as medidas preventivas durante as compras, durante as compras em supermercados.

“É importante ressaltar que um dos meios de transmissão do Coronavírus é por meio de contato com objetos e superfícies contaminadas. Então, quando a população adquire um produto ou adentra em estabelecimento, deve considerar que tudo pode estar contaminado”, afirma a gerente.

Jeanyne Seba relata ainda que a população pode acionar a Vigilância Sanitária, por meio do telefone 3215-9102, em dias úteis, das 8h às 17h, para denunciar irregularidades encontradas em estabelecimentos que comercializam ou fabricam alimentos, medicamentos, produtos de higiene pessoal, de limpeza e hospitalares.

Mais na Web