Política

“Wellington decide punir a população”, diz Ciro Nogueira sobre lockdown

A declaração foi divulgada pelo senador na manhã desta terça-feira (23), através das redes sociais.
23/02/2021 11h44 - atualizado

Após o Governo do Piauí anunciar o decreto que estabelece lockdown, medidas mais rígidas de isolamento para conter o avanço da pandemia no estado, o senador Ciro Nogueira (Progressistas) fez críticas ao governador Wellington Dias (PT).

Por meio de uma publicação nas redes sociais, o senador afirmou que o governador preferiu “punir a polução”, destacando que ao invés de adotar medidas mais rígidas, o Estado deveria criar novas oportunidades, como um auxílio emergencial, citando o benefício do Governo Federal. Ciro disse ainda que Wellington optou pelo lockdown porque prefere investir na criação de cargos, o que causa um grande custeio por parte da máquina pública.

  • Foto: Luis Marcos/ViagoraSenador Ciro Nogueira  (Progressistas)Senador Ciro Nogueira (Progressistas)

“O governador Wellington Dias decide punir a população, ao invés de socorrer o povo e as empresas. Em vez de abrir novas oportunidades, criando um auxílio emergencial, como fez o Governo Federal, decide trancar todos em casa, com o lockdown.
Tudo isso porque o Governo Estadual preferiu investir na criação de cargos, no custeio de uma máquina pesada (como tantas vezes alertamos), na convocação de suplentes e no desperdício do orçamento”, escreveu o senador.

Ainda na publicação, Ciro Nogueira destaca que o governador cometeu um erro ao fechar o Hospital de Campanha do Verdão, montado para aumentar o número de leitos Covid no estado. Para o senador, que é presidentes nacional do Progressistas, o lockdown adotado por Wellington é fruto do “cansaço” do Governo do Piauí.

“Estradas do estado? Não tem. Obras do estado? Não tem. Grandes soluções? Não tem. Auxílio emergencial? Não tem. O que tem de sobra? O de sempre: paralisia e cansaço. O lockdown é fruto disso. [...] É sempre bom lembrar que o governador que quer fechar tudo, fechou algo que não poderia ser fechado: o Hospital da Campanha do Verdão, que funcionou pouco tempo e que, se estivesse aberto, poderia evitar esse lockdown”, finaliza Ciro Nogueira.

Confira a publicação do senador Ciro Nogueira:

Mais na Web