Política

Wellington Dias lamenta a morte do prefeito de São Paulo Bruno Covas

O prefeito da capital paulista morreu neste domingo (16) no Hospital Sírio-Libanês, onde realizava o tratamento para um câncer no trato digestivo.
16/05/2021 11h10

O governador do Piauí, Wellington Dias (PT), utilizou as redes sociais para lamentar a morte do prefeito de São Paulo, Bruno Covas (PSDB). Covas faleceu na manhã deste domingo (16) vítima de câncer no trato digestivo.

Em publicação no Instagram, Wellington Dias classificou a morte do tucano como “uma perda muito dolorosa para São Paulo e para o Brasil”.

“Uma perda muito dolorosa para São Paulo e para o Brasil. Bruno Covas, além de sua trajetória política e seu legado para a população, nos deixou uma lição de força, fé e muita determinação. Não fraquejou, acreditou até o último momento, trabalhou por sua cidade até quando seu corpo permitiu. Partiu muito jovem. Que Deus possa confortar o coração de sua família, amigos e apoiadores”, disse o governador.

Sobre o caso

Bruno Covas, prefeito de São Paulo, morreu às 8h20 deste domingo (16), em decorrência de um câncer no trato digestivo. Licenciado do cargo desde o início deste mês, o tucano estava em tratamento no Hospital Sírio-Libanês, na capital paulista.

Advogado e economista, filho de Pedro Lopes e Renata Covas Lopes, Bruno era neto do ex-governador de São Paulo, Mário Covas. Tornou-se prefeito de São Paulo em 2018, após a renúncia de João Doria (PSDB), de quem era vice, tendo disputado as eleições municipais em 2020 e vencido Guilherme Boulos (PSOL) no 2º turno. Bruno deixa o filho Tomás Covas, de 15 anos.

Mais conteúdo sobre:

Mais na Web