Geral

Wellington Dias pedirá a China antecipação de entrega de vacinas

De acordo com o presidente do Consórcio Nordeste, o motivo da antecipação é a gravidade da pandemia no Brasil.
07/05/2021 20h09 - atualizado

O governador do Piauí e presidente do Consórcio Nordeste, Wellington Dias, vai solicitar a antecipação da entrega de 30 milhões de doses de vacina contra a Covid-19, contratadas junto à China, cuja entrega é prevista para setembro.

A solicitação será feita por meio do Fórum dos Governadores do Brasil e a antecipação é ainda para o primeiro semestre deste ano.

De acordo com o governador, o motivo da antecipação é a gravidade da pandemia no Brasil e busca uma audiência com a embaixada chinesa, onde também pedirá a entrega de Insumos Farmacêuticos Ativos (IFAs), que são necessários para produção de vacinas no país.

“Dada a gravidade da situação da pandemia no Brasil, colocamos a importância de manter o cronograma de entrega de IFAs para produção de doses de vacina pelo Instituto Butantan, por confiar e acreditar na vacina Coronavac”, declarou.

Ainda segundo o presidente do Consórcio Nordeste, o encontro pretendido com os chineses, também visa reafirmar a confiança e o bom relacionamento que os governadores pretendem manter com o governo chinês, garantindo a manutenção de parcerias em diferentes áreas, em especial na transferência de tecnologia e insumos para produção de imunizantes contra o coronavírus. 

“Estamos afirmando nosso respeito ao povo da China, pelo trabalho e a gratidão, pelo fornecimento de vacinas ao Brasil”, afirmou.

Mais na Web