Piauí

Wellington Dias traça estratégias para conter queimadas no Piauí

Segundo o governador, neste ano foram registradas 1.261 ocorrências de incêndios que exigiram atuação do Corpo de Bombeiros e Defesa Civil, que estão atuando junto aos municípios.
13/10/2020 07h37 - atualizado

O governo do Piauí informou que na noite desse domingo (11), o governador Wellington Dias recebe o comandante do Corpo de Bombeiros, o coronel Carlos Frederico, e o secretário de Defesa Civil, Geraldo Magela, para tratar sobre o do Projeto de Integração entre Corpo de Bombeiros e Defesa Civil no Piauí para combater as queimadas no estado.

De acordo com o governador, neste ano foram registradas 1.261 ocorrências de incêndios que exigiram atuação do Corpo de Bombeiros e Defesa Civil, que estão atuando junto aos municípios com apoio da Secretaria do Meio Ambiente, Polícia Ambiental, Ministério Público e Associação de Prefeitos Municipais (APPM). Conforme o Estado, na semana passada, estes órgãos se reuniram para discutir estratégias de combate a incêndios no estado e a necessidade de trabalhar de forma cada vez mais integrada com municípios.

Na avaliação de Wellington, cada cidadão deve ter consciência e responsabilidade e evitar queima de lixo, jogar cigarro na vegetação, pois estas práticas têm efeito e leva risco para cidade. “Então, a prevenção é o primeiro passo e o segundo, é a capacidade de ação e aqui temos o Corpo de Bombeiros que estamos descentralizando seus serviços”, explicou.

Conforme o Estado, o governador falou ainda que está trabalhando estratégias para o Piauí, que envolve a Secretaria de Educação, além das secretarias de Meio Ambiente, Defesa Civil, Bombeiros, Polícia Ambiental. “Nosso objetivo é ampliar as condições de ampliação de formação, pois temos necessidade de ter um quadro, uma gestão nos municípios com pessoas qualificadas para atuar numa situação de emergência”, relata o governador.

Como presidente do Consórcio Nordeste, o Wellington tratou sobre o diagnóstico envolvendo todas as áreas técnicas de cada estado da região voltado para implantação de um Plano Nordeste de forma que seja criada uma rede integrada de Bombeiros e Defesa Civil. “Com a integração dessas áreas técnicas podemos trabalhar com maior eficiência, menores custos e maior velocidade de ação e a finalidade é garantir que tenhamos mais aeronaves, escadas magirus e mais recursos para atuar de forma integrada”, explica o governador.

Na reunião, o coronel Carlos Frederico falou sobre a descentralização do Corpo de Bombeiros que vai otimizar as operações de combate a incêndio. “Neste período de queimadas que começou em julho já atuamos em 49 municípios com sucesso e tivemos a contenção de grandes incêndios”, explicou, enfatizando que neste processo de descentralização há uma unidade piloto em Piripiri. “Estamos estudando o que precisamos melhorar e ajustar para melhorar os serviços. Assinamos também a ordem de serviço para unidade na região sul de Teresina”, comenta.

O secretário da Defesa Civil, Geraldo Magela, alertou a população para evitar qualquer tipo de incêndio. “A população tem que colaborar e evitar queimar lixo, jogar cigarro na vegetação e tocar fogo em roça e se precisar fazer alguma queima, deve tomar todas as medidas de segurança para que esse pequeno fogo não se torne grande incêndio e provoque uma situação que não possa ser controlada”, explica.

Mais na Web