Piauí

Wellington diz que garantirá bolsas de R$ 700 para alunos da UESPI

O Governo do Piauí garantiu a entrega de chips, para facilitar a conectividade, e uma bolsa de R$ 700 para os alunos com dificuldades financeiras.
07/11/2020 12h25 - atualizado

Durante reunião com gestores nessa sexta-feira (06) com gestores, o governador Wellington Dias discutiu sobre o retorno das aulas presenciais na Universidade Estadual do Piauí (UESPI), e garantiu a entrega de bolsas, melhorias e conectividade com a internet para os estudantes da universidade.

Segundo o Governo do Piauí, estiveram presentes na reunião junto com o governador o secretário de Saúde, Florentino Neto e o reitor da UESPI, Prof. Dr. Nouga Cardoso. Na ocasião, o Wellington garantiu a entrega de chips, para facilitar a conectividade dos estudantes que dever ter as aulas retomadas no dia 11 de janeiro.

“Temos um interesse especial em dar soluções aos problemas da UESPI. Acertamos condições para que possamos resolver a questão dos chips e as bolsas para preceptores dentro de um amparo legal. Vamos garantir a aquisição de tablets numa modelagem que a própria UESPI desenvolveu. Com isso, vamos conseguir manter o calendário que começa dia 11 de janeiro”, disse o governador.

  • Foto: Divulgação/Governo do PiauíWellington garante bolsas e conectividades para estudantes da UESPIWellington garante bolsas e conectividades para estudantes da UESPI

Segundo o reitor da UESPI, Prof. Dr. Nouga Cardoso, durante a reunião o governador Wellington Dias aprovou a liberação de uma bolsa no valor de R$ 700 para que os estudantes da universidade que estão com dificuldades financeiras, conforme o reitor, a expectativa é que o edital seja lançado na próxima semana.

“Nessa reunião de hoje foi autorizado pelo governador a liberação de um edital de conectividade que permitirá a entrega do chip e mais uma bolsa de R$ 700,00 a todos os alunos que estão com dificuldades financeiras. Acreditamos que na próxima semana estaremos lançando esse edital para que tudo possa ser concluído ainda este ano e todos nossos estudantes possam, no dia 11 de janeiro, estar em condições de iniciar o período letivo de 2020.1”, destacou o reitor.

Já em relação as salas para os estudantes dos cursos de saúde, o reitor destacou que o Governo do Estado já tinha, em lei, estabelecido que os hospitais públicos da rede estadual como hospitais-escola da UESPI. “A nossa comunidade estava impedida de fazer uso desses espaços por conta do mobiliamento desses locais. Nessa reunião ficou acertado que as salas serão adequadas com todos os equipamentos necessários, assim como tivemos um avanço importante, o governador determinou aos gestores que analisem e busquem uma forma de contratar os preceptores do internato, bem como fornecimento de EPIs e testagem de todos nossos alunos”.

Mais na Web