Coronavírus no Piauí

Wellington e Mão Santa fazem acordo para reativar hospital em Parnaíba

A unidade atenderá exclusivamente pacientes com covid-19 e funcionará como um anexo do Hospital Dirceu Arcoverde (HEDA).
10/03/2021 09h43 - atualizado

O prefeito de Parnaíba, Mão Santa (DEM) firmou um acordo com o governador Wellington Dias (PT) para a reabertura do hospital de campanha.

Com 100% de leitos ocupados, para tratamento da Covid-19 em Parnaíba, o prefeito firmou uma cooperação técnica com o Governo do Piauí para reativar 10 leitos de UTIs e 20 clínicos no hospital de campanha Nossa Senhora de Fátima.

  • Foto: AscomPrefeito Mão Santa e governador Wellington Dias firmam acordo.Prefeito Mão Santa e governador Wellington Dias firmam acordo.

Segundo o acordo firmado, a Prefeitura de Parnaíba entrará com toda a parte de equipamentos e estrutura hospitalar, além de 18 profissionais de enfermagem, para os leitos clínicos e UTI. Já o governo do estado vai arcar com as despesas hospitalares, médicos e enfermeiros para os 30 leitos.

A unidade atenderá exclusivamente pacientes com covid-19 e funcionará como um anexo do Hospital Dirceu Arcoverde (HEDA). 

De acordo com a Secretaria Estadual de Saúde (Sesapi) já foram abertos 211 novos leitos no Piauí. O problema é que a quantidade de leitos disponíveis para o tratamento de pacientes com Covid-19 não acompanha o número de novos infectados por dia no estado. 
A ocupação de leitos de UTI em Teresina e na região Norte gira entre 90% e 100%.

Mais na Web