Coronavírus no Piauí

Wellington proíbe funcionamento de supermercados e postos no fim de semana

De acordo com o governador, a medida foi tomada com o objetivo de diminuir os índices de transmissão da Covid-19 no estado.
30/06/2020 13h10 - atualizado

Nesta terça-feira (30), por meio de transmissão ao vivo, o governador Wellington Dias anunciou que serão adotadas medidas mais rígidas de isolamento no Piauí, começando nesta quinta-feira (02) até o próximo domingo (05).

De acordo com o governador, a medida foi tomada com o objetivo de diminuir os índices de  transmissão da Covid-19 no estado, e diante disso, postos de combustíveis, supermercados e mercadinhos não devem funcionar no fim de semana.

“Áreas como postos de combustíveis em BRs, com setor de alimentação, áreas como farmácias somadas aquelas que são essenciais à vida, estrutura de saúde, segurança, abastecimentos de água, energia, essas áreas terão as condições de  funcionamento  nesse período. Postos de combustíveis, supermercados, mercadinhos, funcionam quinta e sexta, porém, deixam de  funcionar sábado e domingo”, disse o governador.

Segundo Wellington, as medidas mais rígidas, que já vinham sendo adotadas pelo Estado no fim de semana irão se estender para quinta e sexta-feira, com alguns setores funcionando de forma mais restrita para evitar o desabastecimento, mas no sábado e domingo devem estar completamente fechados.

“Assim, adotamos as medidas para a última sexta, sábado e domingo, e agora novas medidas de redução do número de atividades em funcionamento nesta quinta, sexta, sábado e domingo. Na prática, as atividades que naqueles procedimentos que já adotamos deixavam de funcionar apenas no domingo, agora vão deixar de funcionar no sábado e também no domingo, e nós temos atividades que estarão mais restritas que vão funcionar quinta e sexta-feira”, explica Wellington.

Conforme o governador, as medidas mais restritivas foram adotadas para diminuir os índices de propagação do vírus no Piauí, para que haja um conforto em relação ao número de vagas de UTIs e proporcione uma retomada organizada.

“Queremos evitar que a gente tenha as pessoas saindo [do isolamento] sem ser organizado ou sem ter um protocolo. Então, por essa razão, aprovamos ontem no Comitê Emergencial a divulgação, que já tinha sido feita do protocolo geral, e agora estamos adorando um regramento que tem por objetivo alcançar um corte no índice de transmissibilidade, ao mesmo tempo que a gente tenha um conforto em relação às vagas, principalmente em leitos de UTI”, afirma o governador.

Mais na Web