Política

Wellington se reúne com União Química sobre produção da Sputnik

Wellington Dias ressalta que o Brasil será o primeiro a receber a vacina Sputnik V, mas que outros países também poderão receber.
15/05/2021 10h51 - atualizado

Nessa quinta-feira (13), o governador Wellington Dias esteve reunido com o diretor internacional da União Química, Rogério Rosso em Brasília.

Na oportunidade, trataram sobre a produção da vacina Sputnik V pela farmacêutica, que de acordo com o governador, a União Química já encomendou o Ingrediente Farmacêutico Ativo (IFA) para a produção da Sputnik no Brasil.

  • Foto: Divulgação/Governo do PiauíWellington Dias e Rogério RossoWellington Dias e Rogério Rosso

Wellington Dias ressalta que o Brasil será o primeiro a receber a vacina Sputinik V, mas que outros países também poderão receber.

 “É um passo importante, pois é uma indústria brasileira com mais de 80 anos e com cientistas brasileiros. Isso amplia, inclusive, segurança em relação ao produto que vai salvar vidas, no caso a vacina Sputinik. O Brasil será o primeiro a receber essas vacinas produzidas, mas outros países poderão receber também”, explicou o governador.

Wellington Dias afirma que segue acompanhando a situação da autorização da vacina Sputnik: “Estamos trabalhando para ter a autorização por parte da Anvisa. Tem ainda uma ação no Supremo Tribunal Federal que coloca a necessidade de uma posição definitiva sobre a Sputnik. Muitas pessoas ainda morrem no Brasil por causa da Covid-19 e uma vacina que já é utilizada em mais de 60 países preveniria muitas mortes”, disse.

Mais na Web