Viagora

Campanha da Fraternidade 2022 é lançada na cidade de Teresina

O diácono Gilberto Pena explicou que o lema da campanha é “Fala com sabedoria, ensina com Educação” e o principal objetivo é refletir sobre os valores fundamentais na sociedade.

  • Luis Marcos/ Viagora Lançamento da campanha da Fraternidade 2022 1 / 10 Lançamento da campanha da Fraternidade 2022
  • Luis Marcos/ Viagora Lançamento da campanha da Fraternidade 2022 2 / 10 Lançamento da campanha da Fraternidade 2022
  • Luis Marcos/ Viagora Lançamento da campanha da Fraternidade 2022 3 / 10 Lançamento da campanha da Fraternidade 2022
  • Luis Marcos/ Viagora Fachada da Residência Episcopal 4 / 10 Fachada da Residência Episcopal
  • Luis Marcos/ Viagora Lançamento da campanha da Fraternidade 2022 5 / 10 Lançamento da campanha da Fraternidade 2022
  • Luis Marcos/ Viagora Lançamento da campanha da Fraternidade 2022 6 / 10 Lançamento da campanha da Fraternidade 2022
  • Luis Marcos/ Viagora Lançamento da campanha da Fraternidade 2022 7 / 10 Lançamento da campanha da Fraternidade 2022
  • Luis Marcos/ Viagora Lançamento da campanha da Fraternidade 2022 8 / 10 Lançamento da campanha da Fraternidade 2022
  • Luis Marcos/ Viagora Lançamento da campanha da Fraternidade 2022 9 / 10 Lançamento da campanha da Fraternidade 2022
  • Luis Marcos/ Viagora Lançamento da campanha da Fraternidade 2022 10 / 10 Lançamento da campanha da Fraternidade 2022

Na manhã desta quinta-feira (03), a Arquidiocese de Teresina promoveu solenidade de lançamento da Campanha da Fraternidade 2022 que tem como tema "Fraternidade e Educação". O ato foi realizado na Residência Episcopal, situada na Avenida Frei Serafim, Centro de Teresina. O evento contou com a presença do prefeito de Teresina, Dr. Pessoa, bem como as deputadas Lucy Soares e Teresa Britto, o secretário municipal de Educação, Nouga Cardoso e a vice-governadora do Piauí, Regina Sousa.

O diácono Gilberto Pena explicou que a educação é foco da campanha pela terceira vez ao longo desse período e que o lema da campanha é “Fala com sabedoria, ensina com Educação”. Gilberto afirmou ainda que o principal objetivo é refletir sobre os valores fundamentais e ressaltou que a escola não é o único palco de ensino para a população.

"Estamos trabalhando desde 1961, pela terceira vez abordando a temática 'Fraternidade e Educação' com o lema 'Fala com sabedoria, ensina com amor', porque nós temos uma sociedade que está cansada de tanto corre, corre, de tanto vai e vem que se esquece de parar um pouco e de viver o amor que é fundamental no cotidiano, esquece de falar e agir com sabedoria", explica o diácono.

De acordo com o arcebispo Dom Jacinto Furtado, a campanha também visa dar destaque ao amor através da atitude de educar e ser educando. Durante o período da quaresma é tradição da igreja católica lançar a campanha e convocar os fiéis para o período de conversão.

“Todos os anos nesse período da quaresma a igreja lança a campanha da fraternidade, este ano retoma pela terceira vez a temática da educação dada a sua urgência e importância, frisa que a educação não se trata só da educação formal, escolar, mas sobretudo a campanha quer frisar o coração humano, ou seja, a atitude de educar e se deixar educar e de ser educadora e educador. Todo ser humano pode ser educador como todos nós precisamos ser educandos, é isso que motiva a igreja a fazer essa campanha no período da quaresma que é o período que chamamos atenção para conversão do coração, significa então mudança de atitude, na palavra bíblica a conversão é o ato de voltar o coração para Deus”, destacou o arcebispo.

Na oportunidade o arcebispo repudiou o conflito que está ocorrendo entre Rússia e Ucrânia, além de frisar que a guerra apenas destrói vidas, sonhos e esperanças.

“Fala de sabedoria, de atitudes de paz, são atitude de pessoas educadas e civilizadas, nós como cristãos contribuir com isso, por isso a nossa rejeição integral e total a qualquer guerra, temos uma que está se desenvolvendo entre a Rússia e Ucrânia, nós queremos nos educar para a paz, violência não constrói nada, a guerra só destrói tudo, sobretudo vidas, esperanças. O mundo parece ter esquecido da segunda guerra mundial que não tem ainda 100 anos”, declarou o arcebispo.

Para o prefeito da capital, Dr. Pessoa, a campanha tem sua importância, pois não somente a educação é essencial, mas também o respeito, o diálogo e a fraternidade.

“Uma fraternidade, uma educação fraterna que leve amor, que leve repartilha do pão, do diálogo, não podemos viver no mundo sem o diálogo, por isso a educação, conhecimento por si só não é suficiente, tem haver o respeito, o dialogo e a qualidade, é o que prima a Confederação Nacional dos Bispos e é o que nós aqui do poder Executivo primamos pelo olhar fraterno”, afirmou o prefeito.

A Caminhada da Fraternidade que também ocorre anualmente junto a programação da campanha está suspensa diante da pandemia da covid-19. O prefeito explica que ainda não está decidido se o retorno dessa ação ocorrerá de maneira híbrida ou presencial.

“Ninguém sabe se vai voltar de maneira hibrida ou ainda vai continuar presencial, no município de Teresina nó estamos convocando, dentro dos protocolos da OMS, e um pouco de distanciamento, uso da máscara e higienização, sem barrar ninguém nem aqueles que não foram vacinados, apesar de nós estarmos avançando com o segundo Estado do país e segundo lugar nas vacinações. O desejo é qualificar cada vez mais com instrumento, pessoas qualificadas a educação do município”, complementou Dr. Pessoa.

Facebook
Indicado para você
Veja também