Viagora

Blitz educativa é realizada no Dia de Combate ao Feminicídio em Teresina

Segundo o Governo do Piauí, o ato teve como objetivo, levar informações para conscientizar as mulheres, para que quebrem o ciclo de violência denunciando seus agressores.

Nessa sexta-feira (27), no dia Estadual de Combate ao Feminicídio, a Coordenadoria Estadual de Política para as mulheres (CEPM), com parceria com a Patrulha Maria da Penha, Secretaria Estadual de Segurança e Tribunal de Justiça, realizaram na avenida Frei Serafim, no centro de Teresina, uma Blitz Educativa.

Segundo o Governo do Piauí, o ato teve como objetivo, levar informações para conscientizar as mulheres, para que quebrem o ciclo de violência denunciando seus agressores.

Foto: Divulgação/ Governo do PiauíBlitz educativa é realizada no Dia Estadual de Combate ao Feminicídio
Blitz educativa é realizada no Dia Estadual de Combate ao Feminicídio

No ato, foram distribuídas rosas brancas e amarelas em memória das mulheres que acabaram sendo vítimas de feminicídio no Piauí, além de informarem os números da Rede de Atendimento às Mulheres em situação de violência doméstica.

Zenaide Lustosa, coordenadora Estadual de Políticas para as Mulheres, informa que para lembrar o Dia Estadual de Enfrentamento ao Feminicídio, a CEPM tem desenvolvido várias ações. “Hoje estivemos na blitz com a Patrulha Maria da Penha, com o Tribunal de Justiça e a Secretaria da Segurança, ou seja, a Rede está funcionando. Estamos sensibilizando a sociedade para fazer o enfrentamento à violência contra a mulher. É importante que não seja silenciada a violência para que possamos ser acolhidas dentro da Rede de Atendimento às Mulheres. Não podemos continuar morrendo pelo fato de sermos mulheres”, explica.

A delegada Eugênia Vila, da Superintendência de Gestão de Risco, pontua que “essa ação acontece de forma integrada com a sociedade civil. O feminicídio precisa ser enfrentado pela sociedade como um todo e essa ação, feita juntamente com polícia comunitária, chama à população para enfrentar o feminicídio e a violência contra a mulher em conjunto”, ressalta.

Já a coronel Elza Rodriguês, comandante da Polícia Comunitária, que abrange a Patrulha Maria da Penha, destacou que essa atividade tem como objetivo educar a população. “Essa atividade tem o objetivo educacional de conscientizar a população piauiense da importância do enfrentamento ao feminicídio ser feito de forma conjunta com a polícia. Precisamos conscientizar que todas as mulheres têm o direito a sua vida e momentos com esse serve para refletir o nosso papel em prol do combate à violência contra mulher”, explicou.

Mais conteúdo sobre:

Teresina

Piauí

Governo do Piauí

Facebook
Indicado para você
Veja também