Viagora

Nutricionista alerta para consumo exagerado de chocolate na Páscoa

Segundo o nutricionista, Igor Oliveira, do sistema Hapvida, o consumo excessivo e a má qualidade do produto afetam a saúde. Todavia, ingerir pequenas porções sem gordura é saudável

Neste domingo (17) é comemorada a Páscoa, o chocolate vira o protagonista, sendo consumido por crianças e adultos. Para o período o nutricionista Igor Oliveira alerta para o consumo exagerado de chocolate.

Segundo o nutricionista, Igor Oliveira, do sistema Hapvida, o consumo excessivo e a má qualidade do produto afetam a saúde. Todavia, ingerir pequenas porções sem gordura é saudável.

Foto: Divulgação/Chocolate
Chocolate

“O cacau é uma fruta saudável e o chocolate mais amargo pode ser incluído na alimentação de praticamente todas as pessoas. Nesta época do ano, nós devemos cuidar, em especial, é com o excesso de chocolate ao leite, por ter na sua composição uma concentração maior de açúcar e menor de cacau” alertou o nutricionista.

Ainda segundo Igor Oliveira, o excesso de consumo de açúcar pode causar alterações na glicemia: piora em quadros de diabetes e hipertensão, impactar a produção de muco na pele e agravar casos de acne. Ele também alerta para a necessidade de equilíbrio na ingestão do chocolate ao leite para quem apresenta doenças relacionadas ao sistema digestivo, como gastrite.

“Em que pequenas quantidades, ao longo deste período de Páscoa, e ao longe do ano, você pode consumir chocolate, sim. Só tenha cuidado com o excesso” recomendou.

De acordo com o nutricionista, o chocolate branco não possui a semente do cacau e, por isso, tem maior teor de gordura e açúcar. Consumir excessivamente o produto pode provocar mal estar, obesidade, dor de cabeça, enxaqueca, diarreia, azia, agitação, aumento na produção de seborreia e insônia. Além disso, o consumo a longo prazo pode vir a causar também diabetes, insuficiência renal e outras doenças.

O Nutricionista ressaltou que o chocolate amargo, em caso de consumo equilibrado, pode trazer benefícios à saúde, como o produto é rico em flavonoides, que melhoram a circulação, beneficia o coração, equilibra o colesterol e reduz o estresse.

Conforme o nutricionista, a quantidade ideal para adultos é ingerir em torno de 30 gramas diárias de chocolate. O recomendado para crianças, é consumir 20 gramas diárias. Durante a páscoa, as crianças ganham muitos ovos. Para Igor Oliveira, é necessário fracionar o chocolate ao longo de um mês inteiro ou até mais, para não gerar riscos à saúde.

Facebook
Indicado para você
Veja também