Viagora

Ministério Público faz audiência no Hospital Infantil de Teresina

A audiência tem como objetivo, acompanhar a situação clinica dessas crianças e avaliar a possibilidade do tratamento de saúde em seus municípios de origem.

A 29ª Promotoria de Justiça de Teresina, órgão do Ministério Público do Piauí, que atua na saúde pública na capital, nessa terça-feira (14), promoveu uma nova audiência em continuidade ao acompanhamento dos casos de crianças, que em razão de doenças crônicas, estão internadas há bastante tempo em leitos na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) do Hospital Infantil Lucídio Portella (HILP) e do Hospital de Urgência de Teresina (HUT).

Segundo o órgão ministerial, a audiência tem como objetivo, acompanhar a situação clinica dessas crianças e avaliar a possibilidade do tratamento de saúde em seus municípios de origem. Evitando que a família se desloque até a capital, para acompanhar seus filhos, sendo que muitas delas são de cidades do interior do Piauí, e até mesmo de outros estados, como o Maranhão.

Durante as reuniões de trabalho, as equipes do HUT e do HILP apresentam ao Ministério Público Estadual relatórios com informações, sobre o quadro clínico dos pacientes infantis.

O Promotor de Justiça, Eny Marcos Vieira Pontes, representante do MPPI, visitou enfermaria e uma UTI, onde esteve com algumas crianças hospitalizadas. A 12ª e a 29ª Promotorias de Justiça de Teresina, estão desenvolvendo a iniciativa das audiências com o fim de aperfeiçoar o diálogo entre o MPPI e os gestores em saúde e a elaboração de soluções para os problemas encontrados.

A 29ª PJ tratará com as Promotorias de Justiça dos municípios de origem dos pacientes, a possibilidade receberem assistência em suas cidades.

A primeira audiência itinerante em unidade de saúde foi realizada em abril desde ano, na sede do Hospital Getúlio Vargas. Foi discutida a proposta de reativação do serviço de plasmaférese no Centro de Hematologia e Hemoterapia do Piauí (HEMOPI). 

Por: Bruna Sousa

Facebook
Indicado para você
Veja também