Política

Lula lidera corrida presidencial após condenação na Lava Jato

Os dados forma apurados entre 27 e 28 de setembro pelo Instituto Datafolha.
GABRIEL SOARES
01/10/2017 11h50 - atualizado

Mesmo com as acusações em inquéritos da Lava-Jato ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), mantém a liderança nas intenções de votos dos brasileiros em 2018. Os dados são de  uma pesquisa realizada entre 27 e 28 de setembro pelo Instituto Datafolha em 194 municípios. A margem de erro é de dois pontos percentuais.

  • Foto: Thiago LuísLula em jantar em TeresinaLula em jantar em Teresina

Conforme a Folha de São Paulo, o ex-chefe do Executivo lidera a pesquisa com 36%, caso o atual prefeito de São Paulo (SP), João Dória, ingresse nas eleições pelo PSDB e 35%, se o atual governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, disputar a presidência pela legenda.

Em seguida, Jair Bolsonaro (PSC), oscilando de 16% no cenário que inclui Dória para 17% caso o Alckmin ingresse na corrida presencial em 2018. Em terceiro lugar, fica Marina Silva, Oscilando entre 14% e 13%. Por sua vez, os tucanos ficaram na quarta posição, onde tanto o prefeito paulistano como o governador paulista registram 8 pontos percentuais.

  • Foto: Câmara dos DeputadosJair Messias BolsonaroJair Messias Bolsonaro se conslidou no segundo lugar na corrida presidencial em 2018.

Condenado em primeira instância pelo juiz Sérgio Moro, Lula possui uma participação incerta na eleição, devido a possibilidade de ficar inelegível caso seja condenado em segunda instância pelo Tribunal Regional Federal, por recebimento de um tríplex em Guarujá, da construtora OAS.

Dessa forma, o Partido dos Trabalhadores perde terreno nas eleições presidenciais, onde 26% dizem que votariam com certeza em alguém indicado por ele.

  • Foto: Divulgação/Rede SustentabilidadeMaria Silva pode ficar a frente das eleições 2018 na ausência do PT e ficar atrás de nulos e brancos.Maria Silva pode ficar a frente das eleições 2018 na ausência do PT e ficar atrás de nulos e brancos.

Ainda assim, cenários com a ausência da legenda demonstram uma certa força do partido. Conforme o Datafolha, a porcentagem de brancos/nulos/nenhum chega a 26% tanto com Dória na corrida como Alckmin. O resultado fica à frente do 1º lugar, ocupado por Marina Silva nos dois cenários.

Mais conteúdo sobre: