Polícia

Operação Immediatu: 73 presos da Casa de Custódia são transferidos

A Operação Immediatu foi realizada paralelamente com a Operação Coerção que começou também nesta quinta-feira.
VITOR FERNANDES
24/08/2017 17h21 - atualizado

A segunda fase da Operação Immediatu isolou e transferiu para outros presídios do estado 73 detentos acusados de incitarem motim na Casa de Custódia no início da semana. A Operação foi deflagrada às 7h desta quinta-feira (24) e foi realizada em parceria entre a Polícia Militar, Polícia Civil e a Secretaria de Segurança Pública. Na primeira fase aconteceu a vistoria geral do presídio.

  • Foto: SejusForam transferidos 73 presos para outros presídios do estado.Foram transferidos 73 presos para outros presídios do estado.

Nessa segunda parte da operação, iniciada na tarde de hoje (24), foram apreendidos 12 celulares, 72 armas perfurantes, 62 pilhas e pouca quantidade de drogas. Os 73 presos transferidos estão ligados a crimes que estão sendo investigados pela Secretaria de Justiça, Secretaria de Segurança Pública e Polícia Civil.

  • Foto: SejusForam apreendidos 12 celulares, 72 armas perfurantes, 62 pilhas e pouca quantidade de drogas.Foram apreendidos 12 celulares, 72 armas perfurantes, 62 pilhas e pouca quantidade de drogas.

O secretário de Justiça, Daniel Oliveira, falou que a transferência de presos é necessária, para enfraquecer possíveis grupos criminosos dentro do presídio. “Transferimos os presos e vamos separá-los em penitenciárias diferentes, de modo a anular chances de amotinamento”.

Na tarde de hoje, mais de 100 homens das forças de segurança do Estado atuaram na vistoria geral, que ocorreu, simultaneamente, em todos os pavilhões da unidade (B, C, D, E, F, G, H e I). Bope, Rone, Tropa de Choque, Canil, Cavalaria, Força Tática e Comando de Operações Prisionais conduziram a Operação.

A Operação Immediatu foi realizada simultaneamente com a Operação Coerção que começou também nesta quinta-feira. Foram presos suspeitos de incendiarem veículos em Teresina no dia 22 deste mês e de cometerem outros crimes. Uma investigação está em curso para identificar todos os pontos relativos às ocorrências.